5 fat bikes para você voar e se divertir nas trilhas

Areia, lama e até neve: não há terreno capaz de impedir o fluxo das bicicletas de pneus largos

(Foto: Getty Images)

As fat bikes se destacam pela versatilidade: areia, lama e até neve não serão motivos para você procurar caminhos alternativos. Os pneus largões, calibrados sempre na baixa pressão, deixam as bicicletas fat incrivelmente confortáveis e eficientes, mesmo sobre superfícies de cascalhos soltos.

E, justamente por vencer qualquer terreno com máxima eficácia, é que as fat bikes também estão sendo largamente adotadas para viagens de bicicleta – principalmente no estilo bikepacking (com pouca bagagem). Para que você experimente este novo universo, separamos a seguir cinco fat bikes — dificilmente alguma dessas não fazer a sua cabeça a partir do próximo pedal.

FAT BIKES:

Specialized Fatboy | R$ 12.000

Com quadro em alumínio M5 e garfo em fibra de carbono FACT, a fat bike da Specialized é linda, com pintura “full black” e tubos categoricamente desenhados. Vem com câmbio Sram NX (1X11). specialized.com/br/pt

Trek Farley 5 | R$ 10.500

A bike “monster truck” da Trek tem pneus largos (4,5’’) colocados em aros 27,5. Vem equipada com câmbio Shimano Deore de 10 velocidades e selim Bontrager Evoke 1.5. trekbikes.com/br/pt

Leia também: Thule decide apostar em mochilas de mountain bike

Cannondale Fat Bike | R$ 16.000

A Cannondale quis deixar sua “bike gorda” leve, e por isso apostou em uma liga especial de metais (FAT CAAD). É uma bike aro 26, com pneus 4,8’’ de espessura. cannondale.com 

Scott Big Jon Bike | Preço sob consulta

A fat 100% rígida da Scott tem quadro em alumínio 6061 e pneus 4,8’’ (aro 26). O grupo de peças Shimano (SLX e Deore) está configurado em uma relação de 20 velocidades. scott-sports.com 

GTS M1 | R$ 2.800

Este modelo de entrada tem relação de 7 marchas e pneus 4.0 (aro 26). americanas.com.br