A “capital mundial de bicicletas furtadas” não fica no Brasil

Por que Berlim, Alemanha, parece ser um paraíso aos ladrões de bicicleta

(Foto: Getty Images)

Os números impressionam: em média, a cada 17 minutos uma bicicleta é furtada em Berlim, capital da Alemanha. Como não bastasse, menos de  4% das bicicletas furtadas são recuperadas pela polícia.

Recentemente, em matéria publicada no site da Deutsche Welle, a emissora internacional da Alemanha, a repórter Clarissa Neher reportou o furto de sua bicicleta.

“Minha bicicleta era simples, mas cumpria muito bem suas funções, de transporte pela cidade e também para passeios de longa distância”, disse ela, que investiu cerca de 500 euros na magrela — além dos 50 euros destinados à compra de um cadeado. Mas nada adiantou, e ela recebeu a notícia de que sua bike havia sido furtada dentro do jardim interno do prédio onde ela morava.

Leia também: Como é ter sua bike roubada em uma estrada no Brasil

Mas ela acionou o seguro – sim, lá na Alemanha é normal fazer seguro de bike –, e em poucos dias receberia a grana para, em seguida, comprar uma nova bicicleta.

Bicicletas furtadas em Berlim

Infelizmente, o que aconteceu com Clarissa é bem comum em Berlim. Estima-se que, a cada 17 minutos, uma bicicleta é roubada longe da visão de seu dono na capital alemã. Segundo a polícia, são 30 mil bicicletas furtadas por ano – sem contar as vítimas que não prestam queixa à polícia. Quanto ao valor, ele chega a incrível somatória de 18,6 milhões de euros – cerca de R$ 80 milhões.

Portanto é um crime que só é popular por uma simples razão: existe um mercado aquecido. Em Berlim, ha feiras onde bicicletas em boas condições são comercializadas por apenas 50 euros — em grande parte são bicicletas furtadas ou roubadas. Nada impede, no entanto, que as leis continuem sendo rígidas aos receptadores dessas bikes.

Mesmo assim, a maioria dos casos solucionados é por conta do envolvimento das próprias vítimas, que muitas vezes acabam encontrando sua bike à venda em sites de comércio ou então nas feiras de rolo.

Uma dica que a polícia dá para evitar o furto é trancar a bike com cadeados de diferentes tipos, pois geralmente o ladrão é especializado em arrombar apenas um modelo.