Anatomia da Bicicleta: vire o seu próprio mecânico

Brasileiro cria manual gratuito para você conhecer melhor sua bicicleta

Anatomia da Bicicleta
Bruno Uehara, autor do projeto “Anatomia da Bicicleta” (Foto: Renan Bossi)

Por Erika SallumBruno Uehara, arquiteto e ciclista argentino radicado no Brasil, lançou nesta semana um projeto simples e genial: a obra Anatomia da Bicicleta, um manual gratuito que explica, de forma prática, todas as partes de uma bike.

Em Anatomia da Bicicleta (baixe AQUI), Uehara, de 31 anos, encontrou uma maneira efetiva de unir diversas paixões: falar sobre bike, compartilhar seu conhecimento sobre o assunto e ajudar as pessoas. Ele já participou de iniciativas como o Bike Anjo e sempre foi fã de projetos como as oficinas Mão na Roda.

Anatomia da Bicicleta
O manual é complementado por belas fotos de Renan Bossi, também ciclista

Até que o amor pela bike foi levando o arquiteto — também ilustrador, pintor, designer gráfico, quadrinista e designer de mobiliário — a estudar cada vez mais mecânica.

Em 2014, ele foi para o Colorado (EUA) saber mais sobre a arte de desenvolver quadros de bike. Aprendeu a projetar e construir quadros, garfos e mesas de bicicleta com Koichi Yamaguchi, um dos mais respeitados frame builders de todos os tempos. Depois, estudou na Escola Park Tool, onde se formou mecânico profissional de bicicletas.

Leia também: Como comprar uma bicicleta usada

Seu manual, que está disponível para download sem qualquer custo, representa bastante da personalidade e qualidade do trabalho de Uehara. Possui lindas ilustrações, texto didático e explicativo que envolve o leitor e ainda conta com belas fotos de Renan Bossi, também ciclista.

É uma ferramenta incrível não apenas para quem está começando a pedalar. Mesmo os mais experientes vão curtir o manual e se deliciar com as ilustrações de cada pecinha.

Batemos um papo com o multi-talentoso autor de “Anatomia da Bicicleta”, que contou um pouco das razões que o levaram a se dedicar a esse projeto.

Anatomia da Bicicleta
Aprender a conhecer melhor sua própria bike é um caminho poderoso rumo à liberdade e independência (Foto: Renan Bossi)

Qual seu objetivo com Anatomia da Bicicleta? O que você quer passar às pessoas?

BRUNO UEHARA: O objetivo de Anatomia da Bicicleta é ajudar as pessoas, disseminando o conhecimento sobre bikes. Depois de ter estudado e me profissionalizado no assunto, acredito que acumulei experiência o bastante para poder contribuir de maneira mais ativa. Minha vontade é que as pessoas entendam melhor sua própria bicicleta. Isso irá encorajá-las a pedalarem com mais frequência, a irem mais longe. Foi assim que aconteceu comigo: minha confiança para pedalar aumentou à medida em que fui adquirindo conhecimento até ganhar autonomia mecânica.

Qual a importância de um usuário de bike conhecer melhor seu equipamento?

Devemos lembrar que a bicicleta é uma estrutura com duas rodas sobre a qual nos equilibramos. É uma máquina e está sujeita a falhas, desgaste e mau funcionamento. O uso e a falta de inspeção podem acarretar problemas mecânicos, porém muitos deles podem ser evitados se tivermos o mínimo de intimidade com o equipamento.

Você recomenda que as pessoas façam cursos de mecânica? O que é preciso saber do básico para quem, por exemplo, pedala na cidade?

Buscar informação é importantíssimo. Os cursos de mecânica ajudam o ciclista a terem mais autonomia e confiança na própria bicicleta. Duas coisas que considero básicas são limpeza e pneus. Limpar a própria bicicleta é um processo interessante para você se aproximar e conhecê-la melhor, pois facilita a identificação de problemas, aumenta a vida útil da bike e melhora o funcionamento de freios e marchas. Depois da limpeza, é importante saber inspecionar o estado dos pneus: se estão na pressão correta e em condições de uso (evite andar com pneus gastos ou ressecados). Há outro ponto essencial: ruídos estranhos são sempre sinais de que algo está solto, desregulado ou quebrado — é sempre fundamental checar.

Anatomia da Bicicleta
Uehara em um dos ambientes onde mais curte estar: entre ferramentas de bike (Foto: Renan Bossi)

Por que você se apaixonou por bicicletas? O que uma bike te proporciona que fez com que sua vida acabasse ligada à ela?

A bicicleta é um campo de criatividade maravilhoso: escolher os componentes e suas cores em um conjunto harmonioso e mecanicamente perfeito… Isso é um delírio para mim. A bike é uma máquina perfeita impulsionada pela força humana, que transforma o indivíduo e a cidade de uma maneira tão positiva que me faltam palavras para citar todos os benefícios que ela traz. Ah, e já falei que ela faz bem para a saúde?