Bike Yellow é vandalizada e jogada dentro de rio em BH

Em menos de um mês na capital mineira, bikes Yellow são vítimas de depredação e roubo

Bike é largada dentro de rio em Belo Horizonte (Foto: Mateus Augusto)

Em matéria de civilidade, os brasileiros ainda têm muito a aprender. Sem querer dar lição de moral, isso fica claro em serviços relativamente novos e que são de uso coletivo, como por exemplo, o sistema de compartilhamento de bike Yellow.

Por não possuírem uma estação de retirada e devolução, essas bikes amarelas são frequentemente vistas estacionadas em locais públicos. Até aí, tudo bem.

Mas, pelo visto, ainda tem gente que não entendeu a finalidade de uma bike Yellow, que é prestar serviço de mobilidade para qualquer pessoa que se locomove em cidades como São Paulo e, agora mais recentemente, Belo Horizonte.

A empresa pode até ter causado certo desconforto em seus usuários ao limitar a zona de atuação dessas bicicletas. Mas agora a história é outra.

Leia também: Bicicletas elétricas da Uber chegam ao Brasil

Bike Yellow em BH: mais complicado do que se imagina

Recém-chegadas à capital mineira neste ano, as bikes Yellow já são vítimas de vandalismo. Só no último fim de semana, a polícia mineira registrou cinco casos de depredação – sendo que quatro foram por tentativas de furto.

Em um deles, um homem de 50 anos, que carregava uma bike Yellow dentro de um carrinho de supermercado, chegou a ser detido. Em outro, a pessoa pintou a bicicleta de verde para “disfarçar”.

E em outra atitude ainda mais impressionante, bikes Yellow foram arremessadas nas águas do Ribeirão Arrudas, que corta Belo Horizonte.