Ciclista é atropelada por caminhão na contramão durante prova no Rio

O acidente aconteceu durante a Audax Rio Guapimirim, e atleta morreu na hora

Zezé com sua bicicleta; motivação de viver (Foto via Facebook)

Ciclista é atropelada: Neste domingo (2 de dezembro), a ciclista Maria José Nascimento, conhecida pelos amigos como Zezé, foi atropelada e morta por um caminhão enquanto participava da prova de ciclismo amador Audax Rio Guapimirim, de 200 km de percurso. Ela era natural do Espírito Santo e morava no Rio de Janeiro. Tinha 51 anos, e estava acostumada a participar de provas de ciclismo e corrida de longa distância.

O acidente aconteceu por volta das 15h30 na rodovia RJ 116, na altura da cidade de Cachoeiras de Macacu, na região metropolitana do Rio de Janeiro. Segundo informações da organização da prova, o caminhão atravessou a estrada e atingiu Maria José no acostamento da pista contrária. Ela morreu na hora.

Leia também: Como pedalar longas distâncias

O caminhão ainda caiu em um barranco ao lado da pista, e o motorista foi levado ao hospital da cidade. Ele já recebeu alta, mas até agora não há informações sobre os motivos do acidente.

Imprudência?: Caminhão que rolou o barranco depois do atropelamento (Foto: Audax Rio)

Logo depois do acidente, a organização da Audax Rio então optou por paralisar a prova e dar início à retirada de todos os ciclistas do percurso. Cerca de 80 pessoas participavam desta conhecida prova de ciclismo amador.

O Audax é uma prova consagrada do ciclismo de longa distância. Não há batedores, e por isso é comum os ciclistas transitarem pelo acostamento, de acordo com as normas de trânsito.

Amigos de Zezé lamentaram o ocorrido em sua página do Facebook, que está cheia de fotos que mostram uma pessoa que total motivação pelo esporte e pela vida ao ar livre. Resta a nós lamentarmos este triste ocorrido e desejar força aos amigos e familiares por mais esta perda irreparável.