Ciclista medalhista no Parapan morre atropelado em SC

Edson Luiz Rezende tinha 33 anos, pedalava em uma bicicleta tandem e foi vítima de mais um caso de imprudência no trânsito

Edson (à esq.) e Luciano durante nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto (Foto: Foto: avaiciclismo.com.br)

Medalhista no Parapan morre atropelado durante treino: o ciclista Edson Luiz Rezende, 33, morreu atropelado na manhã dessa sexta-feira em São José, Santa Catarina. Segundo informações da Polícia Federal Rodoviária, o ciclista foi atingido por um caminhão que fez uma conversão indevida.

>> Empresário morre atropelado no Rio de Janeiro enquanto pedalava

Morre atropelado

Junto com Edson estava um paraciclista deficiente visual (identificado apenas pelo nome de Orides). Eles pedalavam em dupla em uma bicicleta tandem, sendo que Orides teve apenas ferimentos leves, e passa bem.

O atropelamento ocorreu na rodovia BR-101, em São José, Santa Catarina. Edson veio falecer por volta das 11 horas da manhã.

Edson era ciclista da equipe do Avaí. Em 2015, nos Jogos Parapan-Americanos de Toronto, Canadá, ele foi medalha de bronze com Luciano Rosa (ciclista deficiente visual, que não estava no momento do acidente) na prova de perseguição individual (pista).

Ao lado de Luciano, Edson foi o primeiro atleta do país a subir ao pódio na prova em Jogos Parapan-Americano. Com uma carreira vitoriosa no esporte, Edson foi campeão catarinense de ciclismo, além de se dedicar ao esporte paraolímpico como condutor de deficientes visuais.

Edson deixa esposa, filho e inúmeros amigos feitos no ciclismo.

NOTA DE FALECIMENTOA Federação Catarinense de Ciclismo, comunica com imenso pesar, o falecimento do atleta EDSON LUIZ…

Posted by FCC – Federação Catarinense de Ciclismo on Friday, May 3, 2019