Clássica 9 de Julho

Por Albert Pellegrini

Ontem foi realizada a tradicional Prova Ciclística Internacional 9 de Julho na cidade de São Paulo, reunindo mais de mil competidores. Às 6:45h foi dada a largada da corrida para categoria Aspirantes/Amadores, com percurso total de 45,4km (duas voltas no circuito de 22,7km). Renato Campos Ferreira venceu no sprint final o defensor do título do ano passado Daniel Conti, com o tempo de 1:09´08´´. A terceira colocação ficou com Alexandre Biral Nogueira, seguido por Jonathan dos Anjos Nogueira e Gino Cesar.

No feminino, Evelyn Quilles Moura imprimiu uma fuga do pelotão, permitindo que a comemoração começasse antes da linha de chegada, com o tempo de 1:17´56´´. Na segunda colocação chegou Patrícia Abibe, seguida por Andrea Amorin, Karin Kenzler e Julia Cambiaghi.

A demais categorias largaram às 9h, sendo que a elite masculina disputando cinco voltas no circuito, totalizando 113,5km. A elite feminina e federadas deram duas voltas a menos, totalizando com 68,1km de percurso. Por fim, os federados masculinos fizeram quatro voltas, num total de 90,8km.

No feminino, Wellyda conseguiu uma fuga do restante do pelotão junto de Thayna Araujo de Lima, se destacando do pelotão. Assistindo a prova deu a impressão que Thayna se dedicou mais no revezamento, se desgastando mais que Wellyda. No sprint final, Wellyda que se preservou mais venceu a prova. As duas são colegas de seleção brasileira e bem acostumadas a competir juntas.

A prova masculina teve uma fuga inicial de Magno Nazaret que se manteve distante do pelotão por várias voltas até o pelotão se organizar e neutralizá-lo com mais de três voltas no circuito.

Na última volta Caio Godoy se destacou do pelotão imprimindo fuga solitária na última volta sem chance para o pelotão, cruzando a linha de chegada com o tempo de 2:32´16´´.

Tanto Wellyda como Caio são atletas sub23 e grandes promessas para o ciclismo nacional, pensando na Olimpíada de 2.020.

(Fotos: Luis Claudio Antunes/Bike76 – Gazeta)

SHARE