Como a bicicleta elétrica ajuda este ator de 87 anos a se manter em forma

William Shatner ficou conhecido por interpretar James T. Kirk na série Star Trek (Jornada nas Estrelas)

William Shatner com sua elétrica (Foto: Jay L. Clendenin / Los Angeles Times)

O canadense William Shatner é um premiado ator canadense que ficou conhecido por interpretar James T. Kirk na série Star Trek (Jornada nas Estrelas). Hoje, aos 87, ele diz que a bicicleta (uma bike elétrica), é a responsável por ele se manter em forma.

William recentemente lançou um livro no qual discute o sentido da vida. E, em um entrevista concedida ao site LA Times, ele contou como a bicicleta e outras atividades físicas ainda o ajudam a se manter na ativa — e realmente ainda a aproveitar a jornada –com essa idade. Leia a seguir os principais trechos da entrevista:

87 anos sem perder o pique. O segredo:

“Muito trabalho – e muito exercício. Eu sempre fiz das atividades de fitness uma parte da minha vida cotidiana. Eu tenho minha motivação para trabalhar. Como ator, você tem que ser capaz de correr e pular e fazer uma luta falsa, que pode significar muito exercício em si. E você também sempre quer mostrar alguns músculos e abdominais e coisas assim. Então eu tive que ficar em forma – e isso exigia que eu acordasse de manhã e fizesse algum exercício. Desde meus 20 anos, eu faço exercícios de quatro a cinco vezes por semana – nadando, correndo, fazendo séries de resistência com a parte inferior e superior do corpo.”

A equitação

“Há cerca de 40 anos, comecei a fazer uma atividade que eu acredito que tem me ajudado nessa idade avançada: andar a cavalo. A equitação é um exercício de alongamento e fortalecimento. Requer equilíbrio, perícia, delicadeza e força. E é uma atividade de condicionamento físico sério se você andar como eu ando: competitivamente — em eventos, e não apenas passeando no parque.”

Leia também: O Santander quer financiar sua e-bike 

A bicicleta elétrica

“Eu tive muitas bicicletas ao longo dos anos – meus filhos também. Mas dois anos atrás, depois de eu ler uma história sobre bikes elétricas, fui até uma loja e comprei uma para mim e outra para minha esposa. Começamos a fazer pedais longos, de até uns 50 km. Eu moro nas colinas do Vale de São Fernando, em Los Angeles, então subir uma colina é significativo e emocionante – dando a você um dia bom ou ruim. Bem, com o auxílio elétrico, todo dia é um bom dia! A bike elétrica me levou para esses lugares e me colocou em forma. Subir montanhas não é mais um problema. Eu tenho uma artrite, meus músculos são macios… Mas eu me sento em meu carro depois de um passeio de bicicleta e me sinto perfeito.”