Como lidar com motoristas nervosos?

Por CAITLIN GIDDINGS

A próxima vez que você tiver um encontro desses no trânsito, vai saber o que fazer. Foto: HANNAH WEINBERGER

Se você usa a bike como meio de transporte com alguma frequência, cedo ou tarde vai acontecer com você: um motorista irritado com seu estilo de pedal ou simplesmente com sua existência na pista, vai interagir e até te agredir. Aí vem a questão: como lidar com motoristas nervosos?

Se você tiver sorte, essa interação vai tomar a forma de pensamentos rápidos sobre sua (falta de ) visibilidade noturna, seu jeito de parar nos sinais ou na sua linda lycra neon. Mas é mais provável que você seja o alvo de uma tirada verbal que toca diretamente seu direito de ocupar a rua e seu valor como ser humano.

+ Como dar dicas de bike sem ser um chato
+ Patinete elétrico registra segunda morte no trânsito 

Já aconteceu tanto comigo que eu já escrevi sobre ser um ímã de comentários de motoristas – e petardos. O que fazer então na próxima vez que acontecer com você?

Eu falei com Carl Larson, ativista há muitos anos da Portland’s Bicycle Transportation Alliance. Pedi a ele conselhos do que fazer quando um motorista parte para a agressão verbal. Como ciclistas, estamos numa posição muito mais vulnerável nesses conflitos. Então se manter em segurança, e não aumentar o grau de agressividade – deve ser a prioridade.

Seja racional

Anote a placa e crie registros da situação, como fotos, vídeos ou pegar o contato de testemunhas. “Lembre-se que quando você está lidando com alguém capaz de gritar com um completo estranho na rua, você não está lidando com alguém racional”, diz Larson. “Responder deveria ser a última prioridade, bem depois de anotar a placa do carro, caso as coisas fiquem complicadas.”

Seja educado e humano

Reconheça que você não vai mudar a cabeça do motorista entrando numa disputa de gritos na rua, diz Larson. Não importa quantas respostas espertas você tenha decorado e estejam na ponta da língua. Se você tiver que responder, resista ao desespero de aliviar a tensão e em vez disso, lembre o motorista que você também é humano. Não há uma regra definida sobre como lidar com motoristas nervosos, mas achar algo que o lembre que você é uma pessoa antes de ser um ciclista, ajuda.

+ O que deve ser feito para melhorar a segurança de ciclistas no trânsito
+ Conheça os alleycats: driblando o caos no meio do trânsito

“Eu acho que nada esvazia mais a fúria motorizada do que simplesmente dizer ‘você me assustou'”, acredita Larson. “E se você não resiste a fazer gestos, faça um ‘joia’, ou acene, em vez de xingar. Não é porque essa pessoa é raivosa que você tem que ser também.”

Saiba quando deixar quieto

Então, o que você deve fazer se um motorista sair do carro? Larson lembra que não é covardia evitar um conflito que você sequer começou. E se gritar para pessoas na rua é dentro da lei, geralmente, se você se sentir fisicamente ameaçado, ache um lugar seguro e chame a polícia. Tenha certeza de ter gravado detalhes do veículo, inclusive a placa, se você conseguir. E se você ver outros ciclistas passando por constrangimentos, fique por perto para poder testemunhar, se eles precisarem.

Foque na parte boa de pedalar

Portanto, lembre-se que usar a bike como meio de transporte é divertido – e a melhor maneira de curtir isso assim é seguir as leis de trânsito e não deixar a negatividade tomar conta. E se isso te ajudar a ficar mais relax, considere que você não faria nada que afetasse publicamente seu “segundo emprego”: embaixador das ruas do deslocamento de bike.