E assim acabou o Giro d’Italia 2019

Richard Carapaz levou o primeiro título do Giro ao Equador; enquanto Primoz Roglic frustrou as expectativas

Giro d'Italia
Carapaz: Líder absoluto (Foto: giroditalia.it)

Neste domingo, aconteceu a última etapa do Giro d’Italia 2019, a 102ª edição da segunda competição de ciclismo mais importante do planeta – ficando atrás apenas do Tour de France. O equatoriano Richard Carapaz (Movistar) fez história, conquistando seu primeiro título em uma Grande Volta e também o primeiro título do Equador em um Giro.

Carapaz apenas girou cauteloso os 17 km do contrarrelógio destinados à última etapa do Giro, em Verona. O equatoriano terminou a etapa apenas em 36º lugar, a 1min12 do vencedor deste contrarrelógio, o norte-americano Chad Haga (Team Sunweb), que completou o desafio em 22min07.

>> Esta prova será o “Tour de France das mulheres”

Mas era a classificação geral que importava para Richard Carapaz, que fez a menor somatória de tempo: 1min05 a menos do que o italiano Vincenzo Nibali (Bahrain-Merida) e 2min30 a menos do que o esloveno Primoz Roglic (Team Jumbo-Visma), que era cotado como o grande favorito para vencer este Giro.

Outros vencedores do Giro d’Italia 2019

Giulio Ciccone (Trek-Segafredo) ganhou a camisa azul da classificação de montanha; Miguel Angel Lopez (Astana Pro Team) levou a camisa branca de jovem ciclista; Pascal Ackermann (Bora-Hansgrohe) se tornou o primeiro alemão a ganhar a classificação de pontos de um Giro.

Clique AQUI para ver o ranking completo do Giro d’Italia 2019.