E se seu suor pudesse dizer na hora como está sua saúde?

Por Courtney Linder

suor
Imagem Shutterstock

Suor é um subproduto óbvio da atividade física. Enxugá-lo provavelmente é a primeira coisa que você faz ao acabar o treino. Mas e se desse para usar o suor para saber como seu corpo se saiu no treino? 

Pesquisadores da Universidade da Carolina do Norte desenvolveram um protótipo de acessório wearable que funciona com suor. Baseado em tiras substituíveis que lêem os metabólitos do suor, ele consegue dar um balanço geral da sua saúde. 

+ 3 smartwatches para te ajudar a pedalar 
+ Garmin Vector: a nova geração de pedais inteligentes

As aplicações desse wearable vão de identificar desidratação, facilitar a recuperação do treino e detalhes úteis para estratégias de treinamento esportiva ou até militar, de acordo com um novo estudo, publicado pelo jornal Biosensors and Bioelectronics.

“Esta tecnologia nos permite testar para uma ampla variedade de metabólitos praticamente em tempo real”, diz Michael Daniele, professor assistente de engenharia da computação e elétrica na universidade. 

Medindo metabólitos 

Neste estudo, que é uma prova de conceito, os pesquisadores focaram em medir quatro metabólitos que poderiam informar sobre os níveis de glicose, lactato, pH e temperatura corporal de uma pessoa apenas pela análise do suor.

Metabólitos são pequenas moléculas que o corpo produz durante o metabolismo. Ou seja, são biomarcadores que podem dar informações preciosas sobre a saúde. Se os níveis de lactato estão altos, por exemplo, pode ser um indicador de problemas de saúde como falência cardíaca, sepse, ou mesmo problemas no fígado, já que esse órgão processa o lactato produzido pelo corpo. 

Para medir os níveis metabólicos, existe uma fita substituível no acessório, que usa sensores químicos para entrar em contato com o suor. A informação dos sensores é interpretada pelo hardware do acessório e enviada para o smartphone, smartwatch ou qualquer outro acessório usado que tenha um aplicativo para ler os dados. 

“Esse aparelho pode permitir que novas tecnologias reduzam incidentes de saúde durante treinamento esportivo intensivo ou mesmo em treinamentos militares, apontando questões antes que elas se tornem críticas”, diz Michael. “Pode também ser uma ferramenta útil de treino permitindo que o atleta acompanhe seus indicadores ao longo do tempo. Por exemplo, que combinação de dieta e hidratação melhora a performance?”

“Ficou do tamanho de um relógio médio, mas contém equipamento analítico equivalente a quatro acessórios volumosos de eletroquímica geralmente usados em laboratório”, disse Michael. “Conseguimos chegar a uma miniaturização realmente portátil, que pode ser usada em campo.”

Problemas potenciais 

O professor assistente de química da Universidade de Albany, Jan Halámek, diz que esse acessório traz as análises para um outro nível. Mas Halámek reforça que aplicar eletroquímica ao corpo “não é nada fácil”, baseado na imprecisão de outros acessórios em teste, como tatuagens temporárias que medem níveis de lactato e outros trabalhos anteriores que tentaram medir níveis de glicose no suor. 

Tentar medir metabólitos em um acessório pequeno é mais complicado ainda, diz Halámek, porque alguns se degradam em componentes similares. Por exemplo, lactato e glicose se degradam em peróxidos, e os eletrodos não tem sensibilidade suficiente ainda para diferenciá-los. 

Quando as medições passarem a incluir outros metabólitos, a calibragem será mais delicada. Alguns metabólitos são produzidos de forma particular em cada organismo, com diferentes concentrações dependendo da bioquímica, peso e idade da pessoa. 

Outras medidas podem ser um pouco inúteis, como os níveis de glicose, que no máximo indicam se está tudo ok com a saúde ou não, como nos testes de diabetes. 

Além disso, mil elementos podem ter impacto como contaminantes. A comida que você comeu durante o treino, hidratante, protetor solar. A praticidade desse acessório de eletroquímica é potencialmente imbatível, mas Halámek adverte que falta bastante para ele ter totalmente confiável.