Ela foi vice-campeã de uma prova de ciclismo competindo contra os homens

A brasileira Ana Polegatch voltou com tudo aos pedais. Seu objetivo é estar na Tóquio 2020

Ana Polegatch: Mulher que veste azul! (Foto via Facebook)

Para quem já conhece a ciclista brasileira Ana Polegatch, saber que ela foi vice-campeã competindo contra homens não chega a ser assim uma grande surpresa: no ciclismo de pista, Ana é tetracampeã brasileira de Perseguição Individual e campeã brasileira de contrarrelógio. Além disso, ela tem vasta experiência em competições de estrada. A moça pedala muito!

No último domingo, em São Paulo, ela conseguiu o vice-campeonato na prova amadora de ciclismo de estrada Desafio dos Romeiros, de 80 km (clique AQUI para ver um vídeo da prova ).

A prova marcou a sua volta aos pedais. É que, em agosto de 2018, enquanto treinava para o mundial na Áustria, que seria no mês seguinte, ela sofreu um acidente e fraturou a clavícula. Isso lhe custou ficar de fora dessa importante competição. “Eu chorei, não por causa da dor, mas por saber que não iria mais para o Mundial”, lembra.

View this post on Instagram

Desafio Romeiros 80km 🥈 Categoria Speed Masculino ! Obrigada @pastor_lbc por me permitir correr com eles e assim melhorar o nivel do nosso ciclismo. Obrigada @peticor.foto por essas fotos incríveis. Quem me acompanha pode imaginar o quanto eu estava ansiosa para competir novamente. Graças a Deus deu tudo certo 🙌🏼 Me senti bem, claro que com muita coisa pra melhorar, mas um passo de cada vez e comemorando cada pequena vitoria! Obrigada especialmente ao @vitorestevinho que tem me acompanhado nos treinos, e me incentiva muito! Agradecimentos a @fab_oficial @memorialsantos #fupes @espacolaser @clinica_move @vittoria.brasil @david_homsi @robertasouzamassagem @adridentista @hartsnatural @clinic.mais @sportstarbikes @marcosnovello e todos os meus apoiadores. Em especial a cada um de vocês que torcem por mim 💙💖 2020 é logo ali 🇧🇷 #ciclismo #saopaulo #esporte #ciclismodeestrada

A post shared by Ana Paula Polegatch (@ppolegatch) on

 Ela foi vice-campeã, mas quer mesmo é estar em Tóquio no ano que vem

Seu foco principal, no entanto, são mesmo os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

Leia também: Aprenda a se recuperar de lesões e voltar mais forte

“Quem me acompanha pode imaginar o quanto eu estava ansiosa para competir novamente, e graças a Deus deu tudo certo”, declarou a atleta, referindo-se ao vice-campeonato no mais recente desafio, pelo seu Instagram.

“Me senti bem, mas claro que há muita coisa para melhorar. Um passo de cada vez, comemorando cada pequena vitória. 2020 é logo ali”, completou.