Ele perdeu as mãos, mas decidiu começar a pedalar

Um dia um amigo chegou a lhe dizer: “É tão bom andar de bicicleta, uma pena que você não pode”

Vanderlei: exemplo de superação (Foto: TVCA/Reprodução)

Vanderlei de Lima Dias tem 56 anos, e há 15 anos sofreu um acidente e perdeu as mãos. Em 2004, ele estava instalando um aparelho de ar-condicionado, quando tomou uma descarga elétrica violenta que lhe custou as mãos.

Mas há um ano e meio ele deu a volta por cima ao se tornar ciclista: Vanderlei adaptou uma bicicleta (em que ele consegue encaixar os braços no guidão) e agora consegue pedalar com os amigos.

Por morar sozinho, ele está acostumado a se virar por conta própria nas tarefas domésticas.

>> Bike transforma: 3 histórias de superação

Sua história foi contada recentemente no site G1. Morador de Várzea Grande, na região metropolitana de Cuiabá (MT), ele se tornou ciclista há um ano e meio. Segundo ele, o esporte entrou na sua vida porque um amigo lhe disse que “andar de bicicleta é muito bom”.

“Ele chegou um dia e disse: ‘É tão bom andar de bicicleta, se você pudesse, veria como é bom, mas você não pode’”, ele contou ao site.

Mas Vanderlei perdeu as mãos e virou um exemplo de superação.

E ainda bem que o tal amigo lhe disse aquilo. Num belo dia, Vanderlei pegou a bike e foi pedalando até a empresa do tal amigo. “Aí ele falou: ‘Você anda de bicicleta?’. E eu respondi: ‘Por que não?’”, contou ao portal G1.

Aposentado, Vanderlei desde então passou a pedalar com uns amigos.

Para ele, achar modos criativos e positivos para resolver seus problemas por conta da limitação faz parte dos seus desafios diários.