Empresa Lyft paga para você deixar o carro na garagem

Em Chicago, a Lyft paga pessoas para deixarem carro na garagem e usarem outros meios de transporte

A startup norte-americana Lyft lançou um desafio aos clientes: deixem seus carros na garagem e tentem outras formas de se locomover pelas cidades.

Para isso, encontrou um jeito criativo – decidiu pagar para que as pessoas usassem meios como bike compartilhadas.

Tudo começou em julho, quando a startup de mobilidade anunciou um programa-piloto em Chicago. Nele, pagou a 100 residentes a quantia de US$ 550 para gastos com transporte – bike, serviços de carona e transportes públicos –, desde que deixassem seus carros na garagem por um mês.

Nesta semana, a empresa anunciou que está ampliando a iniciativa para 35 cidades dos EUA, incluindo Nova York, São Francisco e Boston.

Quem se inscreve para o programa e é selecionado precisa deixar as chaves do carro em um cofre da Lyft por 30 dias, e em troca recebem US$ 550 em créditos para usar em transporte.

A segunda fase da campanha começou ontem (8 de outubro) e vai até 6 de novembro, e pretende contemplar até 2.000 pessoas.

LEIA MAIS: 5 razões pelas quais pedalar faz bem à saúde

John Zimmer, presidente da Lyft, disse ao site The Verge que a iniciativa é parte de um esforço coletivo para que os norte-americanos saiam de sua zona de conforto e para persuadi-los a parar de usarem seus carros para tudo.

“Estamos transformando isso em um movimento, do qual as pessoas queiram fazer parte. Desejamos que elas pensem: ‘Estou mais relaxada, economizando grana e voltando a ser dona do meu tempo’”, diz ele.

A Lyft anunciou seu braço de bikes compartilhadas em junho, quando a startup adquiriu a Motivate, a maior operadora de bikes de compartilhamento da América do Norte.

LEIA MAIS: 5 motivos para você começar a pedalar hoje