Exercícios físicos regulares dobram as chances de você chegar aos 85, diz estudo

Pessoas com os mais altos níveis de aptidão física aos 75 anos tiveram mais do que o dobro de chances de sobreviver mais 

(Foto: Getty Image)

Chegar pelos menos aos 85 anos é um sonho para nós seres humanos, certo? Então eis aqui mais uma razão pela qual você não deve afrouxar sua rotina de exercícios à medida que envelhece: altos níveis de condicionamento físico na velhice podem ajudar a aumentar a sua expectativa de vida, segundo aponta um novo estudo publicado no Journal of American College of Cardiology .

Os pesquisadores analisaram mais de 6.500 pacientes com idade média de 75 anos, realizando um teste em esteira, onde eles correram o mais que podiam até a exaustão. Os resultados dos testes de estresse foram medidos em equivalentes metabólicos (METs), ou o custo energético de uma atividade, e divididos em três grupos: mais adequados (10 ou mais METs), moderadamente adequados (6 a 9,9 METs) e menos adequados (6 ou menos METs). Para contextualizar, uma milha (1,6 km) de 10 minutos é aproximadamente 10 METs.

>> Você consegue: a difícil arte de voltar a pedalar

Os pesquisadores rastrearam os participantes por 10 anos, até que eles chegarem perto de completar 85 anos. Então eles descobriram que 39% dos participantes morreram. E que os níveis de condicionamento físico de 10 anos antes eram indicativos de quem sobreviveria: indivíduos do grupo mais apto – aqueles com aptidão equivalente a correr uma milha em 10 minutos – tinham duas vezes mais chances de estar vivos 10 anos depois, em comparação com os indivíduos do grupo menos apto, ou aqueles que só seriam capazes de percorrer uma milha em 15 minutos.

Chegar aos 85 — e bem!

“O nível de condicionamento físico está fortemente associado ao risco de uma doença cardiovascular do paciente, algo que obviamente pode afetar o risco de morte prematura”, diz Seamus Whelton, MD, professor assistente de medicina na Johns Hopkins School of Medicine.

Níveis mais altos de aptidão física também podem reduzir os riscos de AVC, já que tendem a controlar a pressão arterial e precaver de doenças cardíacas e obesidade, além de ajudar a fortalecer o sistema imunológico e diminuir a inflamação.

O estudo não levou em consideração uma mudança nos níveis de condicionamento físico, mas não há nenhum dano em melhorar sua forma física, independentemente da sua idade. (Ainda assim, consulte o seu médico antes de iniciar um novo plano de exercícios.)

Na verdade, as pesquisas descobriram que ficar mais em forma conforme envelhecemos pode reduzir o risco de derrame e melhorar a saúde em geral. Indivíduos que começaram com baixo nível de condicionamento físico e se tornaram mais aptos, cortaram o risco de derrame em 60%, e foram 34% menos propensos a morrer, de acordo com este estudo de 35 anos.