Furto de bicicleta em condomínio vira moda

Uma série de vídeos mostra por que você não deve vacilar com a sua magrela sem cadeado na garagem do prédio

Furto de bicicleta

Furto de bicicleta em condomínio vira moda — Os vídeos a seguir servem como alerta: se você costuma guardar sua bike na garagem do seu prédio, pense muito bem na tranca que vai usar. Prenda-a com um cadeado bom para evitar o mal-estar de você, na próxima vez em que for sair de casa para um pedal, não a encontrar mais.

Em 2016, uma pesquisa mostrava que, só em São Paulo, foram registrados 84 casos de furto de bicicletas no interior de condomínios residenciais no primeiro semestre daquele ano. Isso significa uma médica de uma bike furtada a cada dois dias.

Na capital paulista, a zona oeste é a área campeã em furto de bicicleta. E, pelo visto, este número só piorou hoje em dia. Por isso separamos abaixo alguns vídeos que mostram ladrões em plena ação em condomínios.

Servem para sabermos o que não devemos fazer ao deixar a bike na garagem.

>> Ele tirou uma selfie antes de furtar uma bicicleta

Furto de bicicleta em condomínio: quem é o responsável, o morador ou o condomínio

Claro que, sempre que isso acontece, o morador dono da bicicleta furtada procura a administração do condomínio para ter o valor do prejuízo ressarcido.

Mas esse assunto ainda é confuso, e quase sempre o condomínio se isenta de qualquer responsabilidade. Portanto, fique esperto e jamais vacile com a sua magrela sem cadeado na garagem do prédio.