Giro d’Italia: Gaviria abandona e Valerio Conti mantém a camisa rosa

O colombiano Fernando Gaviria é mais uma baixa no Giro d’Italia 2019, que já perdeu Tom Dumoulin

Gaviria: "Quero me preparar para os próximos objetivos" (Foto via Twitter)

Nesta sexta-feira, o colombiano Fernando Gaviria (UAE Team Emirates) abandonou o Giro d’Italia na 7ª etapa, nesta sexta-feira. Segundo ele, uma dor no joelho esquerdo por vários dias seguidos, foi a responsável por sua desistência.

Gaviria deixou sua marca nesta competição ao vencer a 3ª etapa, depois que o italiano Elia Viviani foi desclassificado por um sprint irregular, segundo os juízes.

>> Quem a gente acha que vai vencer o Giro 2019

“Eu estava lutando contra esta dor, e agora poderei descansar e cuidar disso para meus próximos objetivos”, disse.

Gaviria abandonou ainda na primeira hora de prova, quando a média de velocidade do pelotão estava quase 50 km/h – em uma etapa de 185 km

Com a saída de Gaviria, o UAE Team Emirates tem agora apenas cinco ciclistas para ajudar o atual camisa rosa do Giro 2019, o italiano Valerio Conti – o colombiano Juan Sebastian Molano foi outra baixa da UAE, suspenso pela equipe por apresentar “resultados fisiológicos incomuns” em testes internos.

Neste sábado, acontece a etapa mais longa do Giro d’Italia 2019, de 239 km. Basicamente, será um pedal em duas partes distintas: 140 km no plano, pela costa Adriática, seguido de uma secessão de montanhas nos últimos 100 km.