Henrique Avancini alcança melhor marca do Brasil na Copa do Mundo de MTB

O atleta brasileiro terminou entre os 10 melhores na terceira etapa da Copa do Mundo de Cross-Country olímpico (XCO)

Henrique Avancini conquista marca inédita para o Brasil na terceira etapa da Copa Mundial de Mountain Bike, em Andorra

O fluminense Henrique Avancini, 28 anos, um dos representantes do Brasil na Rio 2016, arrancou uma improvável 10a colocação na terceira etapa da Copa do Mundo de cross-country olímpico (XCO), em Vallnord, no Principado de Andorra, no último domingo (2).

Avancini é melhor atleta brasileiro no ranking da União Ciclística Internacional (UCI) atualmente e completou a terceira etapa da Copa do Mundo de cross-country olímpico na décima colocação, a 1minuto e 24 segundos do líder, o suíço Nino Schurter, estabelecendo a melhor marca de um ciclista brasileiro no mountain-bike internacional. O melhor resultado até então, em Copa do Mundo, era do próprio Henrique, quando ele cravou um 25o lugar, em Méribel, na França, em agosto de 2014.

“Fico feliz com a prova que fiz, pois foi uma corrida bem consistente. Tive um numeral de largada um pouco mais baixo, começando da quarta fila, o que dificultou pular um pouco mais pra frente. Mas, logo no início, na primeira subida, consegui entrar no grupo dos 15 primeiros colocados, mesmo tendo perdido um pouco de tempo na primeira volta.”

Segundo o ciclista, a pista de Andorra tem alguns trechos bem técnicos, que acabam atrasando os atletas que largam no meio do pelotão. Porém, Avancini, ao longo da prova, manteve uma performance boa e conseguiu aumentar o ritmo, chegando ao grupo de três ciclistas que brigavam pela sétima colocação.

Dentre eles, estava o francês Maxime Marotte, companheiro de equipe do brasileiro e forte candidato às primeiras colocações do mundial. Avancini puxou o grupo, andando forte durante grande parte da corrida na sétima colocação para ajudar o francês, que conseguiu preciosos pontos graças ao esforço do brasileiro. Henrique caiu para décimo na última volta, mas ressaltou a importância e grandeza do resultado.

“Nos últimos dois anos, tive de lidar com lesões antes das duas primeiras etapas de Copa do Mundo. Foi bastante difícil pra mim, apesar de ter feito algumas boas provas e nunca tive nada próximo de um resultado como esse. Então, fico grato de conseguir estipular essa nova marca pro MTB brasileiro e vou continuar trabalhando duro, como sempre fiz.”

No próximo fim de semana, nos dias 8 e 9 de julho, Avancini disputará a quarta etapa da Copa do Mundo de XCO, em Lenzerheide, na Suíça. O conteúdo pode ser acompanhado ao vivo, em transmissão na Red Bull TV.