Conheça o indiano que está viajando o mundo em uma bike de bambu

O indiano Yakuza Solo está pedalando uma bike de bambu para levar o nome de sua comunidade ao mundo  

yakuza solo

O indiano Yakuza Solo nunca foi um bom aluno em sua época de escola.  “Isso por que eu não sabia ainda algo no qual eu era bom”, disse no Instagram. Atualmente Yakuza está na Mongólia, no meio de uma viagem solo pelo mundo pedalando uma bike de bambu.

O motivo? Ele simplesmente quer apresentar às pessoas Nagaland, o estado indiano onde ele nasceu e onde, na opinião de Yakuza, “sorrisos são encontrados em abundância”.

A bike de bambu

Yakuza Solo bike de bambu
Em Paris, França
Yakuza Solo bike de bambu
Em Budapeste, Hungria

Sua bike, construída com quadro de bambu que ele mesmo fez, costuma chamar a atenção das pessoas, que imediatamente vêm falar com Yakuza.

Pronto! Isso é tudo o que ele precisa para dizer de onde vem. Nagaland está localizado no nordeste da Índia, e praticamente depende do bambu, utilizando-o em construções, nos móveis e até para cozinhar.

Consequentemente, Yakuza sempre botou fé que uma bike de bambu seria o suficiente para ele conhecer o mundo no pedal. Até hoje, já pedalou por 23 países pela Europa — além dos Estados Unidos e da Ásia. Antes de chegar à Mongólia, passou pela Bélgica, França, Áustria, Itália, Sérvia, Bulgária, Polônia, Finlândia e Suécia, entre outros países.

Yakuza Solo bike de bambu
Na Suíça
Yakuza Solo bike de bambu
Acampando na Mongólia

“Esperar, Mover, Salvar”

O lema de sua pedalada é baseado no tripé “Esperar por mudanças”, “Mover-se pela saúde” e “Salvar a Terra.”

Yakuza Solo tem feito a sua parte, levando o nome e os bons hábitos de Nagaland e seu povo pelo mundo. E o acaso também tem feito sua parte, retribuindo com grandes encontros que são verdadeiras recompensas para que esta viagem de Yakuza seja realmente transformadora.