Inovação: um colete salva-vidas para ciclistas

Ele deve chegar às lojas ainda este ano, custando o equivalente a mais de R$ 2.500

(Foto: cyclist.helite.com)

Marcas de surfwear como a Patagonia já desenvolveram colete salva-vidas para surfistas de ondas grandes, que, além de ajudarem a levar o surfista de volta à superfície depois de uma queda, protegem as articulações e os órgãos vitais contra os fortes impactos e “chacoalhões”.

Foi com o mesmo intuito de proteção que a marca francesa Helite apresentou recentemente o B’safe.

Através de sensores, esta veste analisa o movimento do ciclista, identificando automaticamente o momento da queda. Então, frações de segundo antes, o colete se infla, protegendo a região das costas, do peito e da cervical. Excelente, não?

Leia também: Testamos as novas roupas T&F para ciclismo 

Seu tecido, um nylon super-resistente, garante que o produto não rasgue e perca sua função.

Caso o colete seja inflado, tudo o que você deve fazer é trocar o cilindro de CO2 (o mesmo utilizado para inflar pneus), para ele voltar a ser útil.

A marca prometeu que o novo colete chegará às lojas dos Estados Unidos lá para meados de março, custando cerca de US$ 700 (pouco mais de R$ 2.500).

Pode parecer caro, mas para a finalidade, talvez seja um custo-benefício a se pensar. E você, investiria essa grana num colete desse como equipamento de segurança, para pedalar na trilha, na cidade ou no meio do pelotão?