Merida Scultura 400: quadro de alumínio e performance máxima

Novas tecnologias têm deixado as bikes de alumínio, como a Merida Scultura 400, uma excelente opção para atingir seus objetivos na estrada

Merida Scultura 400

A família Scultura, da Merida, também entrou na onda do alumínio renovado como uma das opções de quadro. Enquanto a Scultura 4000 (que tem  quadro de carbono) pesa 8,21 kg e custa R$ 12.990, a sua versão em alumínio, a Merida Scultura 400, pesa 8,79 kg e sai por R$ 8.690. Detalhe: vem equipada com o honestíssimo grupo Shimano 105.

Leia também:
>>> Shiv Disc é a última palavra da Specialized em contrarrelógio
>>> Sense Prologue: O melhor custo-benefício em bike de estrada
>>> Veja a bike da Ferrari em parceria com a Bianchi

Ela é um excelente custo-benefício pelo que entrega. Os quadros de alumínio hidroformado com a liga 6066 são tripple butted (ou seja, têm três diferentes espessuras, de acordo com a tensão que o ponto do quadro sofre) e possuem soldas mais limpas, com garfos de carbono. O conjunto é garantia de leveza e ótima performance. A geometria da Scultura é um pouco mais relax, garantindo uma pilotagem agradável e bem adequada ao treinamento endurance e a provas mais longas. (R$ 8.690 | peso: 8,79 kg | merida-bikes.com/pt_br )