Mixirica é convidado de honra no Bike Series

Marcelo Florentino Soares, o Mixirica é presença confirmada no Bike Series Desafio 3 Horas Velo Città no dia 26 de agosto em Mogi-Guaçu (SP)

Mixirica vai pedalar o Bike Series, na etapa do Velo Città, em Mogi-Guaçu, 26 de agosto. Foto: Denis Klero/ Red Bull Content Pool

Depois de rolês épicos como a Red Bull Trans-Siberian Extreme, na Rússia, o Mixirica – Marcelo Florentino Soares – vai participar do Bike Series, no autódromo Velo Città no dia 26 de agosto em Mogi-Guaçu (SP). A prova na Rússia terminou dia 10 de agosto, reforçando Mixirica como um dos maiores ciclistas de longa distância que o Brasil já teve.

A Red Bull Trans-Siberian Extreme é a competição por etapas mais longa do mundo, acompanhando a mítica ferrovia Transiberiana, que cruza à Rússia rumo ao extremo Oriente, fazendo fronteiras com a Mongólia e China. Foram 24 dias, 14 etapas e 9.211 km. Dos dez ciclistas de sete países apenas três completaram – um deles foi Mixirica. A distância é equivalente a fazer três vezes o Tour de France ou duas vezes a Race Across America. Se isso já não foi impressionante o suficiente, acrescente oito fusos horários em cinco zonas climáticas, que tornam o tempo instável e com picos de frio e calor que maltratam.

Mas pedal é pedal para Mixirica. “Não me sinto diferenciado. Sou um eterno ciclista amador, tenho medo de sobrar no pessoal” conta Marcelo sobre sua participação no Desafio 3 Horas Velo Città, que acontecerá no circuito de asfalto perfeito que possui 3.493 metros de extensão, 14 curvas e 58 metros de altimetria acumulada por volta.

Pros e amadores no mesmo asfalto
O autódromo Velo Città é ideal para extrair o máximo da bike e do condicionamento físico de cada atleta, além de ser extremamente seguro. Mixirica deseja aproveitar sua primeira participação no Brasil após pedalar etapas na Rússia com mais de 30 horas de duração, num total de mais de 350 horas acumuladas ao longo das 14 etapas, para reencontrar os amigos e compartilhar essa experiência com o pelotão do Bike Series.

“Tenho mais resistência do que velocidade, por isso vou tentar ficar encaixado no grupo e fazer minha prova,” acrescenta Mixirica que pedala desde os anos 90, mas ganhou notoriedade em 2015 após conquistar o recorde da travessia de bike mais rápida do Brasil entre o Monte Caburaí ao Chuí. Na ocasião, o ciclista de 45 anos cortou o país em 57 dias, pedalando 10.332,30 km, passando por cerca de 595 municípios de 17 estados brasileiros, numa média de 18 horas diárias de pedalada.

Categorias por idade
O ciclismo nacional elevou de patamar com os eventos Bike Series, que investem numa proposta diferenciada de competições em ambientes seguros e com total infraestrutura para receber toda família e amigos. Os participantes são divididos por 26 categorias por idades, nas classes Sport (amadores, não federados) e Pró (atletas federados), seja competidores solo ou em dupla, além da categoria para portadores de necessidades especiais.

Outros grandes nomes do ciclismo nacional confirmaram presença, como Francisco Chamorro, campeão do Bike Series 6 Horas (2016) e, Otávio Bulgarelli, campeão brasileiro de ciclismo (2012) e apresentador do canal Ciclismo Expert.

Saiba mais
www.bikeseries.com.br

COMPARTILHAR