A nova Trek é uma superbike de R$ 80 mil que muda de cor

Nova Madone SLR tem freio a disco, quadro levíssimo e tecnologias de velocidade e conforto

Trek Madone SLR

Por Redação

A nova Trek pertence à linha Madone, de bikes rápidas e aerodinâmicas dessa tradicional marca norte-americana. A Trek Madone SLR é a mais nova supermáquina da linha, que tem freios a disco, sistema IsoSpeed ajustável e uma nova geometria.

Para resumir, o que já era ótimo ficou muito, muito melhor. A família Madone, voltada para pedaladas de performance e alta velocidade, conta agora com a versão SLR, na qual os engenheiros da marca apostaram todas as suas fichas para conceber um projeto que equilibra tecnologia, rapidez e conforto. E, claro, leveza: o quadro da versão com freios a disco pesa 1.021 gramas, enquanto a opção sem disco está com 1.036 gramas.

Tecnologias

A nova Trek Madone SLR vem com a tecnologia IsoSpeed ajustável, desta vez instalada no tubo superior para, segundo a marca, conferir vantagens aerodinâmicas. Essa tecnologia, lançada pela primeira vez no tubo do selim da linha Domane (bikes de endurance da Trek), ajuda a diminuir os impactos fatigantes da estrada, permitindo ao ciclista economizar energia antes gasta em se manter estável na bike. Suaviza, assim, as vibrações da estrada, proporcionando mais conforto e segurança.

Pela primeira vez, no sistema IsoSpeed foi introduzido uma tecnologia de amortecimento para ajudar a controlar o retorno no tubo do canote. Em outras palavras, quando o sistema da nova Trek entra em ação para suavizar os impactos do terreno, uma peça em elastômero agora ajuda a devolver mais rapidamente o ciclista a sua posição original.

Seguindo as tendências atuais, a SLR vem com freio a disco. Há opção com freio no aro, totalmente integrado ao design do quadro, embutido no garfo. Os freios a disco têm eixos passantes de 12 mm, para dar grande rigidez às rodas, e conta com uma maior folga entre quadro e pneus, para maior versatilidade (feito para pneus 25c).

O guidão e a mesa são bem aerodinâmicos, integrados — porém compostos por duas peças. Ou seja, é possível trocar o tamanho da mesa e do guidão separadamente, se necessário.

Pintura inédita

Outra belezura da nova SLR é a variedade de pinturas, incluindo algumas que mudam de cor dependendo da luminosidade. A Bicycling Brasil conferiu a bike de perto uma versão a disco toda composta por Shimano Dura Ace. A nova Madone impressiona pela aerodinâmica, cara de “sangue nos olhos” e extrema beleza na pintura que muda de cor.

Modelos e preços da nova Trek

A nova Trek Madone desfilará no Tour de France 2018 com a equipe Trek-Segafredo, e deve estar disponível no Brasil a partir de setembro. A versão SLR 9 Disc, toda com componentes Shimano Dura Ace eletrônico, sairá por R$ 80 mil. Já a SLR 6 Disc, com Ultegra 8020, fica por R$ 40 mil; finalmente, a SL 6 (sem freios a disco e com componentes Shimano Ultegra) será vendida por R$ 30 mil. (trekbikes.com/br)