O que você deveria saber antes de comprar uma bike de supermercado

Precisa de uma bike e o orçamento está apertado? Veja tudo você precisa saber antes de comprar uma bike de supermercado

ELLEN VAN BODEGOM

Por Berne Broudy

Em hipermercados ou até por lojas online que vendem de tudo você vai encontrar mountain bikes, speeds e bicicletas urbanas por preços bem amigos. Por algo em torno de R$ 300 você leva uma bicicleta de adulto. Às vezes são marcas que você até encontra nas bicicletarias perto de casa, mas por um preço menor.

Os grandes nomes do varejo conseguem vender bikes por preços muito acessíveis porque essas lojas compram quantidades gigantescas de cada modelo. Se você está com orçamento apertado, pode ir a um desses mercados e sair com bicicletas para a família toda, às vezes com menos dinheiro do que você gastaria em uma única bike em outro lugar. É claro que você não vai levar uma bicicleta igual à que você compraria numa bicicletaria ou numa loja de equipamentos esportivos, mas vai ter algo pedalável. Veja o que você deve saber para não se arrepender ao comprar uma bike de supermercado.

Você vai ver marcas conhecidas…

AXEL BUECKERT / EYEEM

Existe uma tendência de associar marcas populares com bicicletas de qualidade ruim, mas nem sempre isso é verdade. “Às vezes não dá para comprar a Ferrari, mas você consegue levar um Golzinho que seja pau para toda obra,” diz Joe Werwie, diretor de desenvolvimento de produtos da Schwinn. “Se você está com pouco dinheiro mas quer pedalar, mesmo sem investir nas melhores tecnologias e produtos de ponta, ainda dá para procurar uma bike boa para passear com a família, ir e vir do trabalho ou fazer passeios com os amigos.”

Mas vai ter menos opções

CHRISTIAN THUESEN / EYEEM

Para conseguir negociar bons preços, as grandes redes compram menos opções, como um único tamanho de quadro por marca. Por exemplo, se você vai ao Wallmart atrás de uma mountain bike da Mongoose, vai achar a aro 26 com quadro 18”, a aro 27.5” com quadro 19”, e a aro 29″ com quadro 20.5” frame. E esqueça variedade de pinturas, é uma cor por modelo.

A geometria está melhorando

ALISTAIR BERG

Como no resto do mercado, as bikes de massa estão melhorando. Há dois anos, a Schwinn investiu em especialistas em geometria para chegar a um bike fit que atenda mais pessoas. Eles pegaram a faixa etária estimada dos consumidores de cada produto e usaram dados antropométricos para chegar à altura do ciclista, e adaptaram a geometria para o maior número de pessoas possível. “Queremos que as pessoas comecem a pedalar e não parem mais,” disse Werwie. “Se uma bicicleta é desconfortável, o ciclista acaba desistindo. Muita gente troca o selim, mas não é esse o problema. Quando o fit da bike é bom ela roda melhor.”

Componentes básicos serão mais simples

Boa parte dos componentes das bikes de mercado, como Caloi ou Soul, serão feitos pelas mesmas empresas que produzem os componentes das bicicletas top de linha. As correntes da KMC são padrão para várias marcas, e a suspensão, provavelmente não vai ser de uma marca conhecida, assim como o grupo e os freios provavelmente vão ser de linhas básicas da Shimano or SRAM. Os quadros provavelmente serão de aço ou alumínio em vez de carbono.

Mas pode ter problemas

SAM EDWARDS

Componentes mais básicos, como aros e caixa de direção, vão ser mais pesados, e a troca de marchas com certeza vai ser menos precisa do que uma bicicleta com componentes melhores. Bicicletas de supermercado saem da fábrica 90% montadas. Se a marca em questão não produz bicicletas top de linha também, os problemas de montagem podem ser relevantes, como rodas mal montadas, lubrificação mal feita e partes como pedais e guidão frouxos.

Como a montagem final é feita pelo varejista, não existe mecânicos corretamente treinados no supermercado, capazes de verificar itens como a tensão dos raios. Você pode contornar esse problema levando a bicicleta para uma revisão em uma bicicletaria, o que é importante para sua segurança e para manter as condições da bike. Lembre-se que a economia em dinheiro é prejuízo na performance. Uma bike com componentes mais baratos nunca vai oferecer a mesma sensação de uma bike premium.

Você leva o que paga

Bikes de supermercado podem começar a partir de R$ 300, mas como em qualquer bicicletaria, a qualidade sobe conforme você investe mais. Se você sobre o orçamento para R$ 1.000 ou R$ 1.500, já existem urbanas com componentes Shimano melhores, um selim mais confortável e alguns acessórios interessantes, como paralamas ou bagageiro. “Já é uma bike que dá para usar em um passeio mais longo, de horas” diz Kate Flehmer, gerente de comunicação da Pacific Cycles.

Mas você não vai encontrar todo tipo de bike

MARKUS SPIERING / EYEEM

Bicicletas de estrada de entrada, mountain bikes, urbanas, bikes cruiser e até fixas são comuns. Mas é quase impossível achar bicicletas de triatlon, gravel e cross bikes nesses lugares. E não espere bicicletas elétricas tão cedo. Elas demandam pós-venda e serviços, atendimento que as redes não estão prontas para fazer.

Não há desculpas para não cuidar bem dela

Quando você compra uma bike de supermercado, você ainda tem direito a tudo que a marca escolhida oferece. Veja o site da marca, muitas oferecem conteúdo útil para você cuidar bem da sua bicicleta ou mesmo ações de incentivo ao ciclismo e dicas para pedalar.

COMPARTILHAR