Os 12 melhores momentos do Tour de France 2018

Depois de acompanharmos de perto cada pedalada do Tour de France 2018, elegemos os 12 melhores momentos desta histórica edição

Philippe Gilbert é resgatado depois de tombo espetacular no Tour de France 2018 (Foto: Tim de Waele/Getty Images)

Depois de acompanharmos de perto cada etapa, elegemos os 12 melhores momentos do Tour de France 2018, que já entrou para a história.

O Tour de France 2018 acabou. Mas certamente deixará saudades… Como prometia ser, a mais recente edição da maior corrida de bicicletas do planeta foi emocionante. E será inesquecível. Acompanhe a seguir os 12 melhores momentos do Tour de France 2018 que elegemos, que misturam superação, emoção e também falhas das mais absurdas.

1. Mau comportamento 

André Greipel e Fernando Gaviria terminaram em segundo e terceiro lugares, respectivamente, a 8ª etapa do Tour. Mas ambos foram desclassificados deste estágio por trocarem “cabeçadas” no sprint final.

2. O difícil “adeus”

Tido como um dos indicados a quebrar a supremacia da Sky, o australiano Richie Porte teve que dar um adeus doloroso ao Tour de France 2018 depois de acidentar na 9ª etapa e quebrar a clavícula. Culpa de um espectador que interferiu na passagem do pelotão.

3. Camisa amarela para Greg Van Avermaet

O ciclista belga campeão olímpico conquistou a camisa amarela na 3ª etapa (um contrarrelógio por equipes) e a manteve até a 10ª. Tido como um ciclista passista, Greg surpreendeu em uma etapa de montanha nos Alpes, em que atacou, chegou em 4º lugar e assegurou a camisa amarela por mais um estágio.

4. Pulo de MTB sobre o pelotão

Esta manobra não é novidade, mas sempre surpreende. O mountain biker Alexis Bosson fez o pelotão olhar para o alto depois de decolar sobre os ciclistas do Tour durante a 10ª etapa. Detalhe: ele foi flagrado pela transmissão ao vivo.

5. Geraint Thomas vence nos Alpes

Geraint Thomas pegou a camisa amarela depois de vencer a 11ª etapa nos Alpes. Então ele a defendeu vencendo outra etapa com chegada no topo. O lugar: nada menos do que o lendário Alpe d’Huez.

6. Froome tomou um “pedala”

Chris Froome, que brigava pelo pentacampeonato no Tour de France, definitivamente não foi bem recebido na França neste ano. Seu caso mal esclarecido de doping em 2017 deixaram alguns fãs realmente indignados com a participação do britânico no Tour. Um fã chegou a perder a linha, invadindo a estrada e dando um “pedala” em Froome, enquanto ele escalava o Alpe d’Huez. Froome, no entanto, não pareceu se abalar com a história.

7. Público afoito e Nibali fratura vértebra

Os fãs incontroláveis deste Tour de France também foram responsáveis pelo tombo do italiano Vincenzo Nibali, durante a 12ª etapa. Nibali voltou à bike e terminou a etapa, a apenas 13 segundos do vencedor, mas posteriormente foi constatado que ele havia fraturado uma vértebra, o que o obrigou a deixar a competição.

8. O “choro do pelotão”, um dos melhores momentos do Tour de France

Um protesto de agricultores franceses na estrada fez com que a polícia jogasse gás lacrimogêneo para dispersar os manifestantes e liberar a estrada para os ciclistas. Claro que o gás também atingiu o pelotão.

Leia mais: Protesto e gás lacrimogêneo quebram o ritmo do pelotão do Tour

9. O tombo espetacular de Philippe Gilbert

O belga Philippe Gilbert liderava a 16ª etapa quando errou uma tangente em alta velocidade, se chocou contra a mureta de proteção e voou por cima, caindo de cerca de 4 metros de altura. Ele voltou à competição e terminou a etapa, mas depois ficou constatado que ele havia acabado de pedalar 60 km com a rótula quebrada.

10. David Brailsford insulta os franceses

O diretor da equipe inglesa Sky, David Brailsford, cansado dos ataques a Froome protagonizados pelos espectadores do Tour de France, disse que este abuso era um “traço cultural dos franceses”, quase causando uma crise diplomática entre França e Inglaterra.

11. Froome toma (mais) um enquadro

Disfarçado em sua capa de chuva, Froome não foi reconhecido por um policial logo depois da 17ª etapa. O “homem da lei” chegou a derrubar o britânico da bike, que respondeu à abordagem com xingamentos.

12. Froome quebra

Quando Chris Froome “quebrou” no estágio 17 nos Pirineus, perdendo a vice-liderança para Tom Dumoulin e deixando que seu parceiro de equipe Geraint Thomas se distanciasse mais na liderança, ficou claro que ele não levaria este Tour de France.