Paraplégico está viajando 3.700 km em uma bicicleta adaptada por uma boa causa

Janne Kouri já arrecadou o equivalente a mais de R$ 1 milhão para ajudar pessoas na mesma situação que a dele

(Foto: @@nextstepla)

Em 2006, Janne Kouri ficou paralisado do pescoço para baixo ao se acidentar em um banco de areia enquanto mergulhava no mar. Agora ele está no fim de uma viagem em uma bicicleta adaptada para ajudar pessoas que estão na mesma situação que a dele.

Janne sempre gostou de viver intensamente: no momento ele está no fim de uma jornada de 3.700 km entre Los Angeles e Washington DC, EUA, a bordo em um veículo que é uma cadeira de rodas meio bicicleta adaptada e motorizada.

O motivo não poderia ser mais nobre: Janne quer arrecadar dinheiro – e conscientização – para os 6 milhões de indivíduos feridos em trabalho nos Estados Unidos.

Com o acidente, Janne teve uma lesão na medula espinhal. E inúmeros especialistas disseram que ele nunca mais iria se recuperar e levar uma vida normal. Mas um ano depois ele já estava se recuperando, e trabalhando para ajudar outras pessoas em situações parecidas.

Depois de dois meses em terapia intensiva e um ano de reabilitação, no entanto, Janne voltou para Los Angeles e fundou uma organização sem fins lucrativos chamada NextStep Fitness, e desde então tem dedicado sua vida a ajudar aqueles que sofrem de paralisia.

Ele abriu a primeira instalação em Los Angeles em 2007, e agora O NextStep Fitness está em Phoenix, Atlanta, Kansas City, Orlando, Raleigh e Las Vegas.

>> Amizade: Ele criou uma bike adaptada para levar o primo, que é cadeirante

Quando perguntado sobre como o “pedal” em sua bicicleta adaptada estava indo, Kouri disse: “Tem sido uma aventura e eu estou tendo o melhor momento da minha vida. Apenas ter a oportunidade de ver o país de uma perspectiva única é incrível.”

“Conhecemos tantas pessoas maravilhosas e grandes organizações ao longo do caminho, tem sido mais do que eu poderia ter esperado”, acrescentou.

A bicicleta adaptada

Em sua jornada, Kouri está usando uma cadeira Permobil e uma Bowhead, uma bicicleta especial criada para pessoas com paralisia – e ele espera que sua jornada mostre a outras pessoas com deficiências similares que elas possam ter uma vida muito plena.

A expedição arrecadou US$ 290 mil (mais de R$ 1 milhão) até o momento. A meta é chegar no US$500 mi até o dia 15 de maio, quando a expedição chega ao fim. rideforparalysis.org/