Tour de France 2018: Peter Sagan vence segunda etapa e veste a camisa amarela

Etapa flat de 182,5 km foi marcada por feito histórico e acidentes

Peter Sagan (Foto:letour.fr)

Em apenas duas etapas, o Tour de France 2018 vem dando pinta que vai ser uma das competições mais emocionantes da história. Hoje, durante uma etapa flat de 182,5 km entre Mouilleron-Saint-Germain e La Roche-sur-Yon, o eslovaco Peter Sagan venceu no sprint final.

Mas o estágio foi marcado por vários tombos e um giro histórico do francês Sylvain Chavanel (Direct Energie). Chavanel, de 39 anos, completou seu 350º estágio em um Tour de France, uma marca impressionante nesta que é a sua 18ª participação na competição. Em seu pedal histórico, o francês não venceu a etapa, apesar de ter dominado a prova até os quilômetros finais, quando foi alcançado e ultrapassado pelo pelotão. Nota: faz mais de 30 anos que um francês não vence um Tour de France – a última vitória foi de Bernard Hinault, em 1985.

A segunda etapa do Tour de France 2018 também foi marcada por alguns acidentes. A 30 km da chegada, as vítimas foram o britânico Adam Yates e o suíço Silvan Dillier. E a somente 1,5 km da chegada, uma curva fechada causou um tombo coletivo que custou uma chance de vitória na etapa para o colombiano Fernando Gaviria, vencedor da primeira etapa do Tour e que vestia a camisa amarela. Mesmo assim, apesar de perder a jersey de líder da competição, Gaviria cruzou a linha de chegada, e ainda está no páreo do Tour de France 2018.

Entre os dias 7 e 29 de julho, a 105ª edição do Tour de France engloba 21 estágios, em um total de 3.351 km de pedal. Acompanhe a nossa cobertura diária em Bicycling.com.br.

Chegada da etapa

Acidente faltando 1,5 km para a chegada