Roubaix 2019: Specialized apresenta sua novíssima bike de estrada

A nova bike de estrada fará sua estreia na Paris-Roubaix 2019

Hoje (10 de abril) a Specialized apresentou a nova Roubaix 2019, uma bike de estrada projetada para aguentar os trancos das intermináveis seções de paralelepípedos da Paris-Roubaix, a Inferno do Norte — cuja edição 2019 (a 117ª edição) acontece no próximo domingo (14 de abril).

Na nova Roubaix, a equação “alto rendimento” e “conforto” ganhou nova fórmula.

“É a máquina mais tecnicamente avançada que nós já fizemos”, disseram os engenheiros que trabalham em Morgan Hill, na Califórnia, onde fica a sede mundial da Specialized.

“É uma bike pensada para oferecer mais controle, segurança, equilíbrio e velocidade. Adicione a isso o novo [sistema de absorção de vibrações] Future Shock 2.0.”

A nova Roubaix tem canote Pavé, com a mesma aerodinâmica da “prima” Tarmac SL6, e quadro Rider First Engineered, que pesa menos do que 900 gramas (no modelo S-Works, cor Preta, tamanho 52cm).

>> Scott Addict 10: road ou gravel, tanto faz

Na nova Roubaix, a Specialized aplicou seu conceito “Conforto é Velocidade” em uma bike de estrada – algo que começou com a suspensão FSR (de mountain bike).

Tudo para manter a média invejável de vitórias na Paris-Roubaix: foram 6 vitórias em 15 anos!

Roubaix 2019: novo sistema de amortecimento

Segundo a Specialized, o novo Future Shock 2.0 proporciona 20 mm de absorção de impacto axial através de um amortecedor hidráulico que suspende o ciclista, e não a bike.

Este novo sistema utiliza uma porta de óleo para controlar a compressão e o recuo de modo simultâneo, enquanto um ajustador de fácil acesso permite controlar o amortecimento em tempo real.

Na prática, isso significa atravessar os longos trechos de paralelepípedos como se estivesse pedalando sobre o asfalto lisinho – e sem que, para isso, você precise perder algum rendimento.

Uma bike para homens e mulheres

Para a Specialized, há mais diferenças entre dois ciclistas do mesmo sexo do que entre homens e mulheres. Isso significa que o gênero, em si, não fornece dados suficientes para uma bike especializada, voltada para apenas um dos sexos. Isso também significa que, separar as bicicletas em masculinas e femininas, é algo totalmente arbitrário e ultrapassado para a marca. “É hora de irmos além do gênero”, acreditam.

A Specialized criou uma revista virtual para explicar a nova Roubaix em detalhes.

Versões / Preços

>> Roubaix S-Works Roubaix – SRAM Red ETAP AXS: R$ 74.999

>> Roubaix S-Works Roubaix – Shimano Dura-Ace Di2: R$ 71.999