Sem perder o pelotão

Por James Herrera

Aperfeiçoe o Efeito do Vácuo
Conserve energia ficando de 15 a 30 cm atrás da roda traseira do ciclista à sua frente. Em pedaladas nas quais as pessoas alternam quem puxa o grupo, não tem problema pular sua vez se você estiver cansado. Vá para o fim da fila e espere lá até se recuperar.

Antecipe as aceleradas
Quase sempre durante um treino em pelotão – mesmo os mais camaradas e tranquilos –, a galera tende a pedalar mais rápido em determinados pontos do trajeto: por exemplo, quando todo mundo força o ritmo em uma subidinha curta. Se puder, passe para frente antes dessas aceleradas – assim você não vai precisar se cansar tanto para alcançar os outros.

Mantenha a suavidade
Alguns ciclistas deixam suas bikes em uma marcha que tornam a pedalada travada. Não seja um deles. Manter uma pedalada constante em uma marcha confortável (cerca de 70 ou 80 rpm) permitirá que seus músculos fiquem mais relaxados e prontos para reagir em aceleradas. Troque de marcha suavemente para compensar mudanças de terreno.

Ataque!
Muitos ciclistas às vezes disparam na frente em pelotões mais empolgados. Fique de ouvidos abertos para o som da troca de marcha – um sinal de que alguém está pronto para acelerar – e vá com eles se puder: é mais fácil dar duro em uma distância curta que alcançar os outros depois de ficar para trás.

Coma, Beba e Seja Feliz
Em trajetos de mais de uma hora, coma alguma coisa a cada 30 minutos e beba pelo menos uma garrafa de água por hora. Caso contrário, você corre o risco de ficar com baixa de glicemia e desidratação e, consequentemente, pode perder o pelotão

* Matéria publicada originalmente na Bicycling 5, de julho/agosto de 2016.