SP terá serviço eficiente de aluguel de e-bikes nos próximos meses

É mais uma aposta em um transporte alternativo para a maior metrópole do Brasil

(Foto: Pexel.com)

Um novo serviço que deve estar disponível em São Paulo nos próximos três meses promete disponibilizar bicicletas elétricas, as famosas e-bikes, para aluguel. Será uma interessante aposta em um transporte alternativo na maior metrópole do país.

O novo negócio, que se chamará I-move, é na verdade uma força coletiva entre a empresa Movida, uma das maiores locadoras de carro do Brasil, e a start-up E-Moving, que já aluga bicicletas elétricas, mas por enquanto em pequena escala.

Atualmente, há apenas 400 bicicletas elétricas disponíveis para alugar nesse atual sistema. Segundo apurou o jornal Folha de S. Paulo, esta parceria deverá oferecer um número bem maior para suprir uma demanda de cerca de 20 mil bikes elétricas na capital paulista.

A aposta dos empresários envolvidos nesse projeto é que o Brasil possa acompanhar a mesma tendência dos Estados Unidos e de países europeus, onde a procura por bicicletas elétricas para alugar é um número em pleno crescimento.

Apesar de ainda ter um mercado pequeno, o Brasil deve acompanhar essa tendência de expansão pelo simples motivo de que as bicicletas elétricas têm se tornado cada vez mais o veículo alternativo de moradores de centros urbanos, principalmente como veículo de ida e volta do trabalho.

Leia também: Bike elétrica, o guia definitivo

Hoje, alugar uma bike elétrica sai em torno de R$ 200 por mês. Em um futuro próximo, esse valor deverá ser bem menor, e empresas também poderão alugar e-bikes aos seus funcionários como uma alternativa ao vale-transporte.

E no caso da Movida, eles se utilizarão dos diferentes modais disponíveis à locação para atrair mais clientes.