Ter ficado paraplégico não impôs limites a este triatleta de 60 anos

A vontade de Rodger Krause de seguir em frente contrariou as expectativas dos médicos

Rodger Krause (Foto: Hannah Yoon)

Lake Placid, Nova York, está cravada no coração das Montanhas Adirondack, e recebe milhares de atletas famintos por zerar suas elevações sagradas. Eles chegam à pequena, mas poderosa aldeia, preparados para a batalha. Mas apenas alguns poucos guerreiros saem com elogios por ter sobrevivido a Lake Placid. Por isso, é incrível pensar no que Rodger Krause, que é paraplégico, fez.

Rodger, de 60 anos, tem essas cicatrizes, entre outras, mais visíveis. Isso porque o contador de 60 anos natural de Wyomissing, Pensilvânia, não deveria estar no triathlon com elevações notoriamente complicadas, apenas para poder entrar na briga. E, apesar de ter sido cortado da prova por causa de seu tempo, ele encarou as Adirondack até o final.

Leia também: Bicicleta elétrica explode e ciclista, de 79 anos, escapa

Quando tinha 41 anos, um acidente enquanto pedalava mudou completamente sua vida. Rodger ficou parcialmente paralisado, e seus médicos disseram que ele nunca mais andaria.

Mas decidido a mudar as previsões, ele recusou-se entregar-se. Competiu em provas de triathlon — e até já se frustrou com isso –, mas, no fim das contas, procura sempre melhorar. Isso porque Rodger não dá desculpas, e não está disposto a limitar o que seu corpo e sua mente podem fazer agora.

Sua história, contada no vídeo a seguir, é fascinante!