Tomar café da manhã ajuda na performance?

Tomar café da manhã tem, sim, um belo impacto no seu pedal (Foto: Shutterstock)

Todo mundo tem dias em que acorda sem fome e sai sem tomar café da manhã.

Há até quem saia sem café da manhã e vá direto para o treino… mas qual será o impacto do café da manhã na sua performance?

Não é à toa que o café é considerado “a refeição mais importante do dia”. Um novo estudo publicado no American Journal of Physiology: Endocrinology and Metabolism confirmou isso.

LEIA MAIS: Coma para acabar com as dores

Pesquisadores da Departamento de Saúde da Universidade de Bath, no Reino Unido, estudaram como comer antes do exercício físico impacta a performance, em relação a jejuar a noite toda e sair para atividades sem ter ingerido nada antes.

Os cientistas dividiram os pesquisados em três grupos: um que comeu um mingau com leite e pedalou por 60 minutos duas horas depois; outro que ingeriu o mesmo cardápio e não se exercitou por três horas; e um terceiro, que pedalou sem comer nada.

O que esse estudo significa para a sua vida de ciclista?

Ao fazerem testes de níveis de glicose naqueles que se exercitaram e naqueles que descansaram, os pesquisadores descobriram que tomar café da manhã “aumenta o ritmo no qual o corpo queima carboidrato durante o exercício, assim como também aumenta o ritmo com que o organismo digere e metaboliza o alimento depois do exercício”, como explicou um comunicado da pesquisa.

Traduzindo: queimar carboidratos dá um baita gás extra na sua performance, de acordo com Javier Gonzales, co-autor do estudo.

“O carboidrato é uma fonte de combustível relativamente veloz, na qual a energia pode ser gerada duas vezes mais rapidamente do que quando o corpo usa gordura”, diz ele.

“Essa é parte da razão pela qual ‘quebramos’ ao ficarmos sem reservas de glicogênio — e aí precisamos diminuir o ritmo no qual podemos queimar gordura para gerar energia.”

Se você não está tomando seu café da manhã, o corpo queima gordura para gerar energia, em vez de carboidrato. Mas, quando isso acontece, gasta duas vezes mais energia, o que te deixa mais lento, de acordo com Javier.

LEIA MAIS: 5 alimentos calóricos liberados pelos nutricionistas

Outro dado importante é que queimar carboidrato requer 10% menos oxigênio de nosso corpo que queimar gordura. Isso significa mais oxigênio disponível para te ajudar a respirar.

Abastecer-se pela manhã não é apenas útil quando pensamos em nossa performance na bike. Segundo Gonzales, “há evidências de que o consumo de café da manhã ajuda em nossa concentração”.

Ou seja, mesmo quando você não pedala, comer de manhã pode te ajudar no trabalho ou na escola.