US$ 1.000 de recompensa

Um dos principais designers da Specialized oferece uma grana para reaver suas bikes roubadas na garagem de casa

NA SEMANA PASSADA, Erik Nohlin, um experiente projetista da Specialized, teve seis bikes roubadas dentro da garagem de sua casa, em São Francisco, Califórnia.

Foi uma ação ousada: durante a madrugada, um vizinho desconfiou que o portão da casa de Erik estava sendo forçado por um desconhecido e chamou a polícia. Não adiantou. Quando Erik se deu conta, suas seis bikes Specialized já não estavam mais lá. Provavelmente, o ladrão usou um cabide de arame para alcançar a cordinha que aciona o destravamento do portão através da abertura da caixa de correio (veja o vídeo da simulação neste post, que também foi publicado por Erik em seu Instagram).

Segundo ele, não eram bikes comuns, mas modelos que haviam sido customizados pelo próprio, cada um para um evento diferente. Uma Specialized Allez 74, por exemplo, foi construída em celebração ao aniversário de 40 anos da marca, em 2014; uma Allez Track, foi feita especialmente para a prova de bikes fixa Red Hook Milano, em 2016.

“Elas foram desenvolvidas com um propósito especial, são verdadeiras ‘bikes dos sonhos’”, disse Erik à Bicycling USA. “Cada detalhe, cada componente, tudo foi pensado com muito cuidado”, completou.

Muitos o perguntaram se as bikes estavam presas. Ele garantiu que estavam amarradas com cabos de aço e travas do tipo u-lock.

Claro que Erik ainda tem esperança em reaver suas xodós, e está oferecendo US$ 1.000 em dinheiro como recompensa pelas suas bikes. Ele acredita também que esta possa ser uma forma de o próprio ladrão se arrepender e ainda sair com uma grana – que segundo ele não é pouca. Erik disseminou a notícia do roubo pelas mídias sociais, e acredita que quase um milhão de pessoas já estejam sabendo do ocorrido. Portanto, seria difícil alguém tentar vender – ou pedalar por aí – bikes tão personalizadas.