Velódromo olímpico: de “arena-problema” à solução

Visando Tóquio 2020, velódromo do Parque Olímpico é finalmente destinado aos treinos da seleção brasileira de ciclismo de pista

PODE-SE DIZER QUE, durante a Rio 2016, nações como Grã-Bretanha, Nova Zelândia, França, Itália, Alemanha e China dominaram as disputadas do ciclismo de pista.

E o velódromo do Parque Olímpico, que até os últimos instantes antes do começo dos jogos ainda não tinha suas dependências totalmente concluídas, virou palco de várias quebras de recordes: foram 26 no total, olímpicos e mundiais. E parece que Comitê Olímpico Brasileiro (COB) se atentou a isto, e neste mês, um acordo entre o COB, a Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC) e a Autoridade de Governança do Legado Olímpico (AGLO), vai transformar o velódromo do Parque Olímpico na “casa da seleção do ciclismo de pista”.

Durante a Rio 2016, em missão heroica, o ciclista cearense Gideoni Monteiro foi o nosso único representante no velódromo – ficando em 13º entre 18 competidores na modalidade Omnium, em que milésimos de segundos fazem toda a diferença. Gideoni tinha ganhado o bronze no Pan de 2015, no Canadá, e se preparou aos jogos olímpicos no velódromo de Indaiatuba (SP).

O desafio agora é que o Brasil leve mais ciclistas a Tóquio 2020. Segundo Emerson Silva, treinador da seleção brasileira, a CBC pretende também trabalhar com atletas das categorias Junior (de até 18 anos) e Paralímpica (entre eles, Lauro Chaman, medalha de ouro no mundial de Paraciclismo realizado no velódromo do Rio neste ano).

Nos próximos três anos, já de olho em Tóquio, o COB vai alojar os atletas brasileiros em frente ao Parque Olímpico da Barra, próximo ao velódromo.

E até lá muita água vai rolar. Mas não perderemos as esperanças e estaremos ligados nos próximos desafios: em maio, acontecerão a Copa Cuba de Pista, em Cuba, e os Jogos Sul-Americanos, na Bolívia. Em agosto no Chile, ainda acontecem duas etapas do Festival de Pista. Serão eventos que funcionarão como um bom termômetro para se saber a quantas anda o nosso ciclismo de pista.