Vítima de ataque, ciclista pedala até o hospital com faca cravada na cabeça

Shaun Wayne, 34, estava indo ao trabalho quando reagiu a uma tentativa de assalto

Raio-X da faca cravada no crânio de Shaun

Na segunda-feira (19 de novembro), o sul-africano Shaun Wayne, 34 anos, pedalava até o trabalho, em Strand, na África do Sul, quando foi abordado por dois ladrões armados com facas. Os bandidos tentaram roubar sua bicicleta, mas Shaun reagiu e lutou contra eles, evitando o roubo. Não saiu barato para Shaun, que teve uma faca cravada na cabeça – uma lâmina de 15 cm.

As imagens são fortes (veja abaixo). Mesmo assim, Shaun teve o sangue frio de subir novamente na bike e pedalar por 1,5 km até o hospital mais próximo.

As atendentes do hospital, segundo reportou o site Daily Mail, disseram que Shaun estava extremamente calmo, apesar de sangrar muito, e perguntou se havia algum médico livre para atendê-lo.

Leia também: O ciclista que pedalou pelo Japão para driblar a polícia

“Ele teve muita sorte de a lâmina ter atingido um lugar que não foi capaz de matá-lo na hora”, disseram os médicos. É que, com o impacto, a lâmina se curvou para dentro do rosto, fora da parte vital do crânio.

Shaun trabalha como gerente de um restaurante japonês em Strand (cidade a 50 km da Cidade do Cabo), de onde ele vai e volta todos os dias de bicicleta. Segundo ele, sua bike não é um modelo caro. “Não entendi por que eles usaram de tanta violência contra mim”, disse.

Shaun no momento em que chegou ao hospital com a faca cravada na cabeça

Com a faca cravada na cabeça, Shaun foi levado às pressas ao Hospital Tygerberg, onde passou por uma cirurgia de emergência. Segundo informações, seu estado de saúde agora é estável.

O ex-campeão sul-africano de ciclismo, Wimpie van der Merwe, 61, relatou posteriormente que sofrera um ataque naquele mesmo lugar, uma semana antes. “Quantos ciclistas mais devem ser atacados para que a polícia leve isso a sério”, protestou Wimpie.