Cicloviajante que está há mais de 20 anos na estrada tem bicicleta furtada no MT

Segundo ele, os ladrões estouraram a corrente que prendia a bike. Agora ele espera conseguir outra bicicleta

cicloviajante
(Foto: Oscar Rodrigues Rodrigues)

Ademilson Almeida, 37, um cicloviajante que está há 20 anos pedalando pela América do Sul, teve sua bicicleta furtada na última semana enquanto descansava em um posto em Cáceres, Mato Grosso, cidade a pouco mais de 200 km de Cuiabá.

Ademilson contou ao portal G1 que saíra de Salvador, sua cidade natal, em maio, com destino a Porto Velho. Mas ele fora aconselhado pelo Corpo de Bombeiros a regressar devido às queimadas nas estradas.

>> Ele quer pedalar pela Antártida

Pedalando já em outro rumo, no entanto, ele decidiu parar em um posto de gasolina na cidade mato-grossense para descansar. “Quando acordei de madrugada para seguir viagem, minha bicicleta não estava mais lá”. Ele ainda procurou-a pela cidade, mas sem sucesso.

Segundo ele, os ladrões estouraram a corrente que prendia a bike. Ademilson foi então obrigado a pegar carona até um albergue.

O cicloviajante contou que em 2017 já havia sido roubado em Minas Gerais. Daquela vez, levaram sua bicicleta e seu celular, onde ele armazenava todas as fotos da viagem.

Na estrada de bike desde 1999, Ademilson já cruzou pedalando diversos países da América do Sul, como Uruguai, Paraguai, Argentina, Peru e Colômbia. No Brasil, atravessou todos os estados.

“Viagens de bicicleta têm muito significado para mim”, diz ele, que agora espera a boa vontade de alguém para lhe doar uma bicicleta para que possa seguir viagem.