Como comer pasta de amendoim

Por Amanda Panteri, Runner's World Brasil

Foto Shutterstock

Seja no pré ou pós-treino, pasta de amendoim virou a queridinha do universo fitness. E não é para menos: as versões mais tradicionais são cheios de fibras. Sem contar a quantidade de proteínas e gorduras boas.

“A pasta de amendoim é boa tanto para quem busca a hipertrofia quanto para quem quer manter o peso (ou emagrecer). Isso porque ela contém baixo teor de carboidratos. E os que estão presentes nela são de boa qualidade”, explica a nutricionista Helena de Magalhães Görtz, da EcoCantina. Mas como comer pasta de amendoim para garantir todos os seus benefícios?

6 ALIMENTOS QUE ESTRAGAM SUA NOITE DE SONO
5 MELHORES BEBIDAS ALCOÓLICAS ​​PARA CICLISTAS
QUAL A DIFERENÇA ENTRE PROBIÓTICOS E PREBIÓTICOS?

Para te ajudar, a Helena dá dicas de como comer pasta de amendoim:

Escolha a melhor opção

Pois é. Aprender como comer pasta de amendoim de um jeito mais saudável começa no supermercado. O ideal é escolher marcas que apresentem somente o amendoim torrado e moído em suas composições.

“Muitos dos produtos existentes adicionam sal, açúcar, adoçante, aromatizantes, edulcorantes, antiumectante e conservantes para melhorar a palatabilidade. Ou seja, o sabor das pastas. E isso não é bom”, afirma Helena. As que são combinadas com frutas, mel, cereais e cacau, sem aditivos, também estão liberadas.

Para não cair na furada de comprar um produto cheio de conservantes sem saber, preste atenção nos rótulos das embalagens. Se na lista de ingredientes estiverem as palavras açúcar (de qualquer tipo), adoçante, aromatizante, edulcorante, antiumectante e conservante, pode deixar o pote ali na prateleira mesmo.

“Isso porque eles podem apresentar algum fator antinutricional que atrapalha a absorção e utilização de algum nutriente do amendoim pelo corpo.”

Não precisa comer a embalagem toda de uma vez

Não é só porque a pasta de amendoim é saudável que a gente pode comer o pote todo, está bem? Afinal, o amendoim é uma leguminosa (da família do feijão e da soja) bem gordurosa. Apesar de apresentar gorduras consideradas benéficas ao corpo, elas representam cerca de 40% a 50% da composição do alimento.

“O uso moderado (de uma a duas colheres de sopa) e não diário da pasta de amendoim é saudável. Mas devemos sempre ressaltar a recomendação da OMS para uma alimentação variada”, diz a nutricionista.

Quais as melhores combinações?

Se você quiser consumir a pasta de amendoim com algum carboidrato, a melhor opção é que seja do tipo complexo, como pão integral. Depois, entram a tapioca e o pão branco na lista de prioridades.