Corona vírus: Chris Froome e Mark Cavendish testados e UAE Tour cancelado

corona vírus
Foto LaPresse - Fabio Ferrari/ UAE TOUR

Chris Froome e Mark Cavendish estão entre os ciclistas que serão testados para o corona vírus. Na última quinta (27), o UAE Tour foi cancelado com a descoberta de que dois participantes italianos contraíram o Covid-19, que já has contagiou mais de 80.000 pessoas no mundo, matando quase 3.000. 

A confirmação de que dois participantes tinham o vírus foi dada por meio de um comunicado de um comitê organizador de provas, que inclui a RCS Sport, responsável pelo Giro d’Italia, e trabalha em colaboração com o Abu Dhabi e o conselho esportivo de Dubai.

+ Milão-Sanremo e até Giro d’Italia podem ser cancelados por causa do corona vírus
+ Tour de Hainan na China é cancelado por causa do corona vírus

As duas últimas etapas do UAE Tour aconteceriam nesta sexta e sábado, mas a corrida teve de ser interrompida quando os ciclistas italianos foram diagnosticados. Todos os atletas e staff das equipes estão em confinamento no hotel Crowne Royal Plaza Abu Dhabi, na Ilha de Yas. A preocupação é que o surto se espalhe entre os atletas do campeonato de pista da UCI em Berlin. Alguns dos ciclistas que participaram das primeiras etapas do UAE Tour já estão na Alemanha. 

Chris Froome, campeão quatro vezes do Tour de France, usou a prova como seu aguardado retorno depois de oito meses se recuperando de um acidente grave no Critérium do Dauphiné, em junho de 2019. Ele postou no Twitter que estava aguardando o resultado do teste do corona vírus. 

“É uma pena que o UAE Tour seja cancelado, mas saúde pública vem antes de tudo”, disse o ciclista da equipe Ineos. “Estamos todos aguardando o resultado dos testes e confiados no hotel até os resultados. Espero que quem for afetado pelo vírus se recupere logo e não tenhamos mais casos #coronavirus.”

Corona vírus: cancelamento preventivo

A organização da prova confirmou oficialmente o cancelamento da prova nas primeiras horas da manhã, no fuso horário de Abu Dhabi. “A decisão foi tomada para garantir a proteção de todos os participantes da prova”, dizia um comunicado oficial do Abu Dhabi Sports Council. “Segurança é a prioridade máxima.” 

O comunicado também informou que o ministério da saúde testaria todos os atletas, staff e organizadores”, e que estava pronto para entrar com medidas de quarentena para prevenir contágios. Foram 13 casos confirmados de Covid-19 nos Emirados Árabes, com 9 pacientes já recuperados e nenhum óbito. 

A equipe italiana Vini Zabu-KTM disse no Twitter: “As autoridades estão no hotel testando todos os ciclistas e membros do staff para o #Coronavirus.” Um tweet da Jumbo-Visma dizia: “Fomos alertados do cancelamento do UAE Tour devido ao  corona vírus. Desejamos o melhor aos envolvidos e aguardamos notícias.”

Ciclistas e equipes estavam hospedados no Crowne Royal Plaza durante os sete dias da prova, que começou no último domingo. O líder da prova até sua interrupção, Adam Yates da equipe Mitchelton-Scott, deve ser confirmado como o vencedor do UAE Tour. 

Apesar da baixa letalidade do corona vírus – cerca de 80% dos infectados apresentam apenas sintomas de um resfriado forte – a tendência é que os eventos esportivos nos próximos meses sejam cancelados como medida preventiva de saúde pública, o que pode afetar boa parte das provas clássicas de primavera e até os Grand Tours.