Equipe de ciclismo proíbe álcool, inclusive para não ciclistas

Por redação Bicycling Brasil

Lotto-Soudal em treino em Mallorca, no pré-temporada de 2020. Divulgação

A belga Lotto Soudal proibiu álcool não apenas para ciclistas, mas para toda a equipe, durante a temporada de 2020; mecânicos, soigneurs e diretores inclusos. 

Apesar de não haver consumo exagerado de álcool durante as provas, uma taça de champagne em dias de vitória da etapa ou uma taça de vinho em dia de recuperação podem acontecer de vez em quando. Nos hoteis em que a equipe estiver hospedada, não haverá álcool disponível. 

+ As 5 melhores bebidas alcoólicas para ciclistas 
+ O que acontece com seu corpo ao beber álcool depois de um pedal pesado

“A medida se aplica em muitas empresas. É parte da convivência. A maior parte da equipe achou a ideia boa”, disse John Lelangue, CEO da equipe Lotto Soudal, ao jornal belga Het Nieuwsblad. “Continuamos sendo uma equipe amigável, mas sem álcool. Tomar café juntos também é bom.”

O CEO alega que o veto não está relacionado a um incidente relacionado ao consumo de álcool que teria ocorrido com o técnico Kevin De Weert antes da Volta a Espanha do ano passado, que foi punido com suspensão de um mês ao membro da equipe. “Não tem absolutamente nada a ver com aquele incidente. Temos um código de conduta, e nos ajustamos um pouco por razões de segurança”, disse.

“Praticamente todos membros da equipe precisam dirigir em algum momento do dia. Então achamos melhor vetar álcool de vez. Todos os membros da equipe usam os logos de nossos patrocinadores durante as provas. Somos embaixadores da Lotto-Soudal.”

Em situações especiais, como um aniversário ou vitórias, a possibilidade de comemorar com um brinde será avaliada caso a caso pela direção da equipe.

A proibição gerou polêmica porque a tendência é que caso algum membro do staff ou ciclista realmente queira beber, a tendência é acabar fazendo isso escondido. De qualquer forma, o veto não significa que o membro da equipe será expulso ou suspenso, mas que o fato pesará na renovação de contrato no ano seguinte, de acordo com o jornal belga Het Nieuwsblad.

+ Conheça 7 benefícios do vinho para tomar sem culpa