Inglês é condenado a dois anos de prisão por atropelar ciclista

A cena foi toda filmada pela câmera de bordo do ciclista, que teve sérios ferimentos

atropelar
(Foto: Getty Images)

Foi condenado a dois anos de prisão por atropelar ciclista: na Inglaterra, um motorista que atropelou um ciclista, deixando-o com costelas quebradas e um pulmão perfurado, foi condenado a dois anos de prisão.

Uma medida no mínimo apropriada, por se tratar de um ato premeditado e por um motivo totalmente banal — ou melhor, sem motivo nenhum aparente.

O incidente aconteceu no condado de North Yorkshire. E toda a ação foi flagrada pela câmera de bordo presa no guidão do motociclista.

>> O que deve ser feito para melhorar a segurança de ciclistas no trânsito 

O motorista, William Helslop, de 33 anos, dirigia seu automóvel quando se deparou com o ciclista, que não teve sua identidade revelada, de 55 anos.

Ele então cruzou o caminho do ciclista, que balançou a cabeça reprovando tal atitude. O motorista então para seu carro mais à frente. Fez paradas bruscas, espera o ciclista ultrapassá-lo e depois acelera em sua direção, dando uma fechada brusca.

O ciclista cai com o impacto violento, e fica ferido na rua. O motorista foge sem prestar socorro – como já era esperado.

A pena é para que motoristas não repitam esse tipo de comportamento agressivo e achando que podem se safar numa boa.

atropelar
Cadeia nele: atropelou de propósito e sem motivo

A ruas foram feitas para serem compartilhadas, sem distinção de veículos. William admitiu atropelar e causar ferimentos graves por condução perigosa e intencional, e, além da pena de dois anos de reclusão, ficará proibido de dirigir por três anos. Depois disso, ainda terá que fazer um longo curso de reciclagem ao volante para ter sua habilitação de volta. Nada mais justo, concorda?