Melhore suas fotos de bike

Como fazer imagens incríveis, que seus amigos vão desacreditar

Por Trevor Raab, fotógrafo da Bicycling USA

Em uma era em que a fotografia parece ser parte integrante da nossa vida ­– e compartilhar no Instagram tudo o que fazemos virou hábito ciclístico –, não é surpresa a imensa quantidade de fotos de bicicletas que vemos por aí.

Tirando centenas de fotos das magrelas para as reportagens da Bicycling e também fotografando os pedais com os amigos, aprendi alguns truques interessantes. Compartilho aqui algumas dicas para melhorar suas imagens e inspirar seus companheiros e seguidores.

LOCAÇÃO

Em muitos pedais, você chegará a lugares incríveis, com cenas lindas ao fundo, como montanhas, fazendas, cafeterias, aquela curva perfeita… Só tome cuidado para não poluir demais a composição da imagem.

>> Será que uma ciclista sexy é sexista?

Nem todo pedal vai te levar a uma paisagem maravilhosa, mas isso não deve te impedir de fazer uma foto de qualidade. Mesmo que o percurso seja meio sem graça, eu sempre acho que um dos cenários mais belos para uma foto é uma simples subida na estrada. Funciona bem para exibir a bike e tem sempre um ar bacana.

USE A TECNOLOGIA A SEU FAVOR

Recomendo o uso de uma câmera “de verdade”, se você puder. Com os telefones supertecnológicos de hoje, ficou mais fácil do que nunca fazer uma boa foto. Os iPhones/Pixels mais novos até têm um modo retrato ou controles manuais que podem ser usados para dar um efeito desfocado no fundo da foto. Mas nada como uma câmera de verdade. Invista um pouco de tempo para editar a foto antes de postar. E não exagere nos filtros ou nos ajustes das configurações – um pouco de contraste e aumento da nitidez já ajudam muito.

VISUAL DE PRÓ

Já imaginou por que as fotos que você tira da sua bike nova não ficam tão bonitas quanto as da mesmíssima feita por profissionais de verdade? Assim como o uso de meias no comprimento correto, a resposta quase sempre está nos detalhes. Para ajudar a dar um visual clean e elegante à sua imagem, posicione as válvulas das câmeras dos pneus na posição de 6 ou 12 horas (prefiro 6), coloque a corrente na coroa grande e se certifique de que o câmbio esteja virado para o lado da máquina (ou celular).

Você também pode colocar a corrente no meio do cassete, para que fique bem paralela ao chão – bônus se a caramanhola combinar com o suporte. Esses são pequenos detalhes que você pode não ter dado importância antes, mas eu garanto que seus seguidores mais exigentes vão notar e gostar muito.

A MÁGICA DA BIKE EM PÉ

Use um pauzinho para que ela fique em pé (depois apague-o da foto, no Photoshop ou outro app de edição). Ou peça para seu companheiro segurar a bicicleta e, quando você falar “já!”, diga para ele soltá-la rapidamente para o clique. Se acertarem o timing, a bike vai parecer que está congelada em pé.