Milão-Sanremo e até Giro d’Italia podem ser cancelados por corona vírus

Imagem: Milão-Sanremo/ Divulgação

A Milão-Sanremo, a Tirreno-Adriatico, a Strade Bianche e até mesmo o Giro d’Italia estão sob risco de cancelamento por causa do surto de corona vírus na Itália, de acordo com os organizadores das provas. 

Com sete mortes e número crescente de diagnósticos do vírus no país, as autoridades italianas estão intensificando as medidas restritivas como as quarentenas, que incluem até multas para quem não respeitar os vetos de circulação nas zonas de alto risco, no norte do país. A Lombardia, região da Classicissima, é uma das mais afetadas pelo vírus. Depois da China, onde o corona vírus teve origem, a Itália está entre os países mais afetados.

Até o momento, as aulas em escolas e universidades foram suspensas por duas semanas, o Carnaval de Veneza foi cancelado e a Semana de Moda de Milão foi feita a portas fechadas, com transmissão via internet. Partidas de futebol foram adiadas, e agora as restrições estão ameaçando até o ciclismo de estrada, um dos maiores orgulhos nacionais. 

Imagem Milão-SanRemo/ Divulgação

“Estamos muito preocupados com a propagação da epidemia porque a situação da Itália está muito complicada”, disse Mauro Vegni, diretor da RCS Sport ao jornal Corriere della Sera, que organiza várias provas importantes no país, como o próprio Giro d’Italia.

“Nossa preocupação imediata são a Tirreno-Adriatico e acima de tudo a Milão-Sanremo, que vai ser em menos de um mês, então não tem plano B. Se o governo confirmar a quarentena de esportes na Lombardia e na região de Milão, seremos forçados a cancelá-la. Não faz sentido mudar o ponto da largada 20 ou 50 quilômetros, é uma corrida que faz exatamente o mesmo percurso há 110 anos. Espero que até lá a epidemia seja contida.” 

Giro d’Italia em risco

Mas faltam só dois meses para o Giro d’Italia, o primeiro Grand Tour da temporada, e isso é extremamente preocupante. Vegni afirmou que se a situação continuar se deteriorando, a prova de etapas de três semanas está em risco. “Não podemos ainda afirmar se o Giro vai acontecer ou não, mas é claro que se o vírus não for contido, há o risco de não podermos realizar a prova.” Por enquanto, a Toscana, onde acontece o Strade Bianche, não está na zona de risco.

+ Tour de Hainan, na China, é cancelado por causa do corona vírus

Na China as provas já foram adiadas ou canceladas, e algumas equipes chinesas estão abrindo mão de eventos como o Tour de Langkawi. Semana passada, a UCI tomou a frente e adiou as provas que ocorreriam na China entre abril e maio, monitorando a saúde dos atletas e equipes das “delegações de risco”, em viagem para provas importantes. Apesar do cancelamento de tantos eventos, os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio afirmaram que não estão considerando a hipótese deles serem cancelados.