O que deve ser feito para melhorar a segurança de ciclistas no trânsito

Mais ciclistas estão morrendo em ruas e estradas do mundo inteiro; isso precisa mudar

segurança
(Foto: Getty Images)

Segurança em primeiro lugar! Parece ser uma tendência mundial: mais ciclistas estão morrendo em ruas e estradas do mundo inteiro. Hoje, há mais ciclistas pedalando do que há dez anos, evidentemente, mas é preciso mudar a cultura para que o ciclismo seja reconhecidamente uma prática segura. A seguir, listamos o que é preciso para isso acontecer.

1. Pare de dirigir distraído

Está mais do que provado: usar celular ao volante não dá certo. Especialistas como Tim Blumenthal, da ONG People For Bikes, garantem que tecnologias capazes de impedir que motoristas enviem mensagens de texto enquanto dirigem seriam eficazes para reverter esse problema. Nos Estados Unidos, já se pensa em criar também o “Modo Motorista”, com medidas mais assertivas para que não seja somente um opcional, como o “Modo Avião”.

>> Tecnologia vai permitir que bikes e carros “conversem” no trânsito

2. Habilitar melhor os motoristas

Cursos de habilitação devem incluir práticas que diminuam os riscos aos ciclistas, como abrir a porta com a mão direita (e dessa forma olhar para trás para ver se algum ciclista está passando rente ao veículo) e se atentar aos ciclistas nos cruzamentos.

3. Melhorar leis que protegem os ciclistas

“Motoristas impunes” não são uma exclusividade do Brasil. Nos Estados Unidos, por exemplo, apenas 12% dos motoristas envolvidos em atropelamentos de ciclistas em 2012 receberam alguma punição. É algo que precisa ser revisto e mudado.

4. Exigir melhor infraestrutura

Estudos mostram que ciclovias seguras não favorecem apenas ciclistas, mas também motoristas. Em lugares desenvolvidos, com políticos conscientes, as bicicletas são sempre posicionadas como uma solução para problemas de trânsito, como mais vagas para estacionamento e melhora da poluição do ar. A pergunta não é mais “o que o governo pode fazer pela bicicleta”, e sim “o que a bicicleta pode fazer pela sua comunidade”.

5. Pedale com responsabilidade e segurança

Ciclistas devem saber e agir conforme suas próprias responsabilidades de usuários das ruas. Se nós ciclistas cobramos respeito e segurança no trânsito, não devemos, portanto, pedalar na contramão nem furar o sinal vermelho.

6. Reportar maus motoristas

Se um motorista cometeu alguma imprudência com você, anote a placa do veículo e preste queixa, relatando o ocorrido com o máximo detalhamento. Em alguns estados dos Estados Unidos, como o Colorado, se o mesmo motorista receber três reclamações, ele recebe uma advertência – uma medida que deveria ser copiada em outros lugares. Na Inglaterra, virou rotina ciclistas filmarem com o celular as imprudências de motoristas e depois viralizar as as imagens em redes sociais.

7. Seja visível

Motoristas devem prestar atenção. Ponto. Mas você também deve apostar menos na sorte e usar materiais refletivos, roupas claras e luzes de sinalização na bike.

8. Importante: não pare de pedalar

Um estudo publicado em 2003 na revista Injury Prevention revelava que, quando o número de viagens de bicicleta duplica, a taxa de acidentes cai um terço. E outro estudo feito em Hong Kong mostrou que, quando motoristas veem mais ciclistas em uma determinada região da cidade, eles costumam dirigir com mais cuidado por ali. Portanto, vamos continuar pedalando!