Pedalar transformou a vida dela

A história de uma "jovem infratora" que transformou sua vida através do ciclismo

Samantha hoje só apronta em cima da bike (Foto via Instagram)

“Pedalar vai mudar a sua vida”, ela garante.

Hoje, Samantha Runnels, de 27 anos, é uma ciclista íntegra, que anda na linha, campeã da prova de cyclocross do Collegiate Varsity, entre outras. Mas nem sempre foi assim. Antes de montar na bicicleta, ela fez algumas besteiras durante a adolescência que lhe custaram caro.

A seguir, Samantha conta como sua vida mudou da “água para o vinho” graças ao ciclismo, que ela descobriu depois que deixou a “prisão”.

“Eu fiz várias besteiras na minha adolescência, e passei meu aniversário de 18 anos na prisão (seis meses de reclusão em um centro para jovens infratores). Quando os papeis da minha soltura foram assinados, eu parti no que seria uma viagem de carona pelas estradas atravessando os Estados Unidos e voltando à minha casa, no Mississipi.

>> O cardápio vegetariano de uma ciclista extraordinária

Mas no caminho, passei por Austin e acabei ficando por lá. Comecei a trabalhar como bike messenger, entregando de sanduíches para a rede de fast food  Jimmy John’s. Encantei-me pela cena da fixa, o que me levou a competir em provas de critério.

Foi assim que eu me apaixonei pelo ciclismo. Pedalar alivia a agressividade física de qualquer pessoa. Se eu tivesse descoberto o ciclismo quando era mais jovem, teria usado a energia que me colocou em lugares ruins para conquistar coisas positivas. Por isso que eu digo: pedale!”