Suar muito significa que você treinou melhor?

Por Marygrace Taylor, Bicycling US - Adaptado por Fernanda Rosa

Foto Shutterstock

Suar muito e terminar o treino encharcado é uma coisa boa, certo? Talvez. Especialistas em medicina esportiva explicam o motivo da incerteza. Mas já adiantamentos aqui que cada pessoa reage ao exercício de forma diferente.

Você está em uma pedalada em grupo, quando de repente percebe que todo mundo está suando muito mais (ou menos) que você. Entretanto, se estão todos seguindo o mesmo percurso no mesmo ritmo, será então que o ciclista que está suando mais de alguma forma está treinando de forma melhor ou mais eficiente?

As pessoas correlacionam suor e queima de calorias há décadas, mas você pode realmente dizer o quão bom foi o treino com base apenas no suor?

Para descobrir por que algumas pessoas transpiram muito mais do que outras e o que seu nível de suor pode dizer sobre o treino, conversamos com Bryan Saltzman, médico de medicina esportiva da Carolina do Norte, EUA. Consultamos também Natasha Trentacosta, especialista em medicina esportiva de Los Angeles.

“Nossas glândulas sudoríparas produzem uma secreção rica em água na superfície da pele”, diz Bryan. Quando o suor evapora da pele causa um efeito de resfriamento natural. Isso ajuda a impedir que a temperatura central do corpo se eleve muito, explica ele.

É verdade, porém, que algumas pessoas parecem suar muito mais que outras. “Nem todas as pessoas suam igualmente fazendo a mesma atividade”, afirma Natasha.

Vale lembrar que seu nível de condicionamento físico desempenha um papel importante na questão do suor. De acordo com Bryan, funciona assim: quanto mais em forma você estiver, mais eficiente seu corpo se tornará na regulação da temperatura.

Mas há outros fatores em jogo. Os homens geralmente transpiram mais que as mulheres, e as pessoas mais pesadas tendem a suar mais do que as mais magras.

8 exercícios de musculação que apenas gastam seu tempo

Ainda assim, é totalmente possível que duas pessoas do mesmo sexo, tamanho e nível de condicionamento suem de maneira diferente. A genética também tem sua participação na transpiração. Portanto se uma pessoa transpira mais que outra pode ser pelo fato de a primeira ter mais glândulas sudoríparas no corpo.

“Além disso, a resposta fisiológica dos sistemas nervosos autonômicos termorregulatórios dos indivíduos é inerentemente diferente e reage de maneiras variadas à temperatura e ao exercício”, diz Bryan. Em outras palavras, a maneira como seu corpo lida com as mudanças de temperatura pode não ser a mesma forma de outro corpo lidar com isso.

Treino de condicionamento metabólico: por que você deveria fazer

Fatores externos também têm seu peso quando se trata de suar muito ou não. Por exemplo: consumir álcool ou cafeína antes de um treino pode te fazer suar mais, observa Natasha.

Outro fator é o tipo de roupas que você está usando. Peças pesadas ou feitas de materiais sintéticos, como o poliéster, retêm mais calor. Portanto provocam mais transpiração do que tecidos leves ou feitos de fibras naturais, como algodão ou lã.

Tudo bem, mas e as calorias? Quando a transpiração é mais intensa, perco peso mais rápido? Um treino mais intenso queima mais calorias do que um menos intenso. Mas lembre que suar pesado não é necessariamente uma indicação de que você está se exercitando em nível “hard”.

Pegue o exemplo de uma aula de ioga tranquila em sala aquecida artificialmente. A atividade em si é suave e de baixa intensidade, mas você pode se encharcar de suor devido ao calor e à umidade da sala.

Além do mais, só porque a balança fica um pouco mais baixa após um treino suado não significa que você queimou mais gordura. “Esses quilos são apenas o peso da água que eliminamos no treino, e geralmente recuperamos ao nos hidratar”, diz Natasha.

O veredito:

Muitas variáveis influenciam em quão suado ou seco você fica quando pedala.
Portanto suar muito não significa necessariamente que você está fazendo um treino incrível. Em contrapartida, não suar muito não significa necessariamente que você está pedalando leve demais.

Sim, essas gotículas são uma indicação de que seus músculos estão ativos e estão gerando calor suficiente para causar o aumento da temperatura central corporal. Porém “suar mais nem sempre se correlaciona com pegar pesado em uma pedalada”, explica Bryan.

O estudo

As pesquisas confirmam isso. Em um estudo da Universidade de Wisconsin-LaCrosse, cientistas saudáveis e em boa forma fizeram uma aula de ioga de uma hora em uma sala a 21°C. No dia seguinte, os participantes fizeram a aula de ioga novamente, mas desta vez a temperatura da sala aumentou até 33°C.

Obviamente, os sujeitos suaram muito e relataram sentir que estavam trabalhando mais quando a sala estava mais quente. Porém os batimentos cardíacos foram os mesmos nas duas aulas. Isso sugere que o corpo dos cientistas não estava se esforçando mais durante a aula mais quente e suada.

Conclusão

Sua taxa de suor não determina a qualidade do seu treino. Você pode suar muito e não queimar calorias ou gordura. Por outro lado você pode estar quase sempre seco e queimar muitas calorias e gordura.
Seu nível de condicionamento físico, genética, o consumo de álcool e cafeína, o ambiente do treino e o que você está vestindo desempenham papel importante em quanto você transpira durante o exercício.